Famoso apresentador do SBT vira réu na Justiça, ao lado da família, por fraude e sonegação fiscal

75
Famoso apresentador do SBT vira réu na Justiça, ao lado da família, por fraude e sonegação fiscal
4.7 (93.33%) 3 voto[s]

Contratado da TV Aratu, retransmissora do SBT na Bahia, o jornalista Casemiro Neto virou réu ao lado de membros da família em desdobramento da operação Aleteia

O apresentador Casemiro Neto da TV Aratu, afiliada do SBT na Bahia, virou réu, ao lado de membros de sua família, após novos desdobramentos da Operação Aleteia – o comunicador é acusado de fraude e sonegação fiscal.

De acordo com informações dos sites “Observatório da Televisão” e “Bahia Notícias”, além do apresentador da retransmissora do SBT Casemiro Neto, o Ministério Público da Bahia tamém tornou réus familiares do comunicador, sendo eles: Ana Maria de Macedo Prado Cardoso, esposa de Casemiro Neto; Rafael Prado Cardoso, filho do contratado da TV Aratu; e Ariana Nasi Anes Cardoso, nora do famoso.

Faustão reúne os filhos em momento raríssimo após briga e detalhe chama atenção: “Não é possível”

+João Guilherme, filho de Leonardo, revela tudo sobre namoro após acusação de traição de Larissa Manoela

A Operação Aleteia foi deflagrada pela Polícia Federal em 2015 e investiga uma série de fraudes fiscais em empresas e sonegação fiscal. A denúncia contra o apresentador do SBT foi aceita na última segunda-feira, 12, pelo Ministério Público do Estado, que apontou crimes como formação de quadrilha, dissimilar a natureza de propriedade dos seus bens e obstrução de Justiça, com o fim de induzir a erro o juiz ou o perito do caso.

Continuar Lendo

Em novembro de 2015, a inspetora fazendária Scheilla Cavalcanti Meireles divulgou uma lista com as empresas que faziam parte do esquema de fraude e sonegação fiscal, dentre as quais surge uma em que o apresentador do SBT Casemiro Neto é apontado como sócio – na ocasião, segundo o Bahia Notícias, não foram detectados indícios da participação do jornalista da Aratu.

Nesta terça-feira, 13, Casemiro Neto apresentou normalmente seu programa na retransmissora do SBT e não comentou o assunto. Na TV Aratu o comunicador comanda um programa intitulado “QVP” – “Que Venha o Povo”. Ainda, o fato, apesar de se tratar de uma operação policial de grande importância sequer foi abordado no noticioso, que ignorou os desdobramentos do Ministério Público.

Fonte: TV Foco (Blogue)