Globo critica Crivella por censura, mas veta beijo gay em “Órfãos da Terra”

60
Globo critica Crivella por censura, mas veta beijo gay em “Órfãos da Terra”
4.7 (93.33%) 3 voto[s]

A Globo deixou os telespectadores que shippam o casal Valéria (Bia Arantes) e Camila (Anajú Dorigon) frustrados com a exibição do capítulo de “Órfãos da Terra” da última sexta-feira (6).

A cena de beijo entre as duas mulheres, inclusive anunciada pela própria emissora, não aconteceu após ser cortada da edição final. Em nota, a comunicação do canal dos Marinho informou que o motivo para a decisão foi “puramente artístico”.

Nas redes sociais, o público se revoltou com a posição da Globo e chegou a encabeçar a campanha “Vamila Sem Censura”, expressão utilizada pelos fãs do casal.

“A cena foi linda demais no pedido de casamento! As duas se entregaram para a cena real e a Globo faz isso. Que desrespeito até com as próprias atrizes”, disparou um perfil. “Atenção, Globo fazendo propaganda enganosa, o que infringe os direitos do consumidor. Passaram uma semana divulgando matérias sobre beijo [de] Vamila em seus respectivos sites, na tentativa de aumentar a audiência, e no momento final andaram para trás”, denunciou outro que representa um fã-clube do casal.

O beijo, aliás, foi divulgado na semana passada pela própria Globo no site oficial da novela, com a descrição de como seria a sequência. A publicação, porém, foi retirada do ar após a divulgação do capítulo no Globoplay, que disponibiliza as imagens um dia antes da veiculação na TV. O beijo na boca foi trocado por um no rosto.

A posição da Globo vai contra as últimas demonstrações de aceno à diversidade que o canal vem adotando nos últimos anos. Em “Bom Sucesso”, no dia 29, por exemplo, os atores Rafael Infante e Diego Montez protagonizaram um selinho em uma cena muito elogiada nas redes sociais.

Continuar Lendo

iguais estrelada por Juliano Laham e Pedro Henrique Müller foi ao ar em “Orgulho e Paixão” (2018).

Além disso, a postura é totalmente o oposto da posição da Globo em relação à censura promovida pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), à uma HQ com temática LGBTQI na Bienal do Livro.

Durante o último final de semana, durante a programação da emissora e também na da GloboNews, bem como nos veículos de rádio e jornais do Grupo Globo, a Globo se posicionou contra a censura e deu espaço aos críticos de Crivella, que vem a ser sobrinho de Edir Macedo, proprietário da Record.

Nas redes sociais, da mesma forma que elogiaram a conduta do plim plim neste caso, os internautas acusam a emissora de ser hipócrita, uma vez que defende a venda do HQ, que traz um beijo entre dois personagens masculinos, ao mesmo tempo que censura um beijo no folhetim de Duca Rachid e Thelma Guedes.

Vocês vê o defeito que essa cena não tem! Está tudo perfeito, as falas, a química que as atrizes transmite em cena. A música…. tudo perfeito. @BiaArantes e @anajudorigon estão de parabéns. Elas se entregaram as suas personagens! VAMILA SEM CENSURA pic.twitter.com/X1kcR27PHl — 𝑱𝒖́𝒍𝒊𝒂 𝑴 💛 (@Rocha1713) September 5, 2019

Fonte: RD1 (Blogue)