26.9 C
Brasil
quinta-feira, 20 janeiro 2022
HomeFinanças & InvestimentosApós risco de rompimento de barragem, ações da Vale despencam

Após risco de rompimento de barragem, ações da Vale despencam

Durante a última quinta-feira (13), a Vale aumentou o  risco de rompimento da barragem de Ouro Preto, em Minas Gerais, de 1 para 2. Neste contexto, também solicitou que as pessoas que morassem na região fossem removidas para garantir que não haveria nenhum ferido caso isso acontecesse. No mesmo dia, também houve o deslizamento de terra sobre um casarão histórico que estava na região e havia sido interditado desde o ano de 2012 por não estar mais apto para moradia.

Como consequência do aviso, os investidores já se atentaram em vender uma parte das ações. Um novo acidente, além de promover impactos na imagem da empresa, também pode ocasionar mortes e diminuição do faturamento da marca devido à necessidade de pagamento de multas ambientais do Ibama e da prefeitura.

  Durante a manhã, as ações estavam sendo cotadas em queda a R$ 82,9 e desvalorização de 1,25%. No acumulado de um ano, equivalente a 52 semanas, as ações desvalorizaram na faixa de 0,14%. Mas, em janeiro de 2022, houve um crescimento de 6,6%. 

Mín — Máx (Dia) 82,91 – 83,79
Variação (Dia) -1.25%
Variação (Mês) +6.64%
Variação (2022) +6.64%
Variação (52 semanas) -0.14%

O estado de Minas Gerais vem sofrendo com o excesso de chuvas. E, como forma de estimular que a população tenha condições de pagar pelas contas básicas e comprar alimentos enquanto não pode trabalhar, foi estimado que o abono salarial do PIS e Pasep seria liberado a partir do dia 08 de fevereiro para esses grupos.

O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) também teve o seu saque aprovado – não somente para Minas como também para o estado da Bahia, em que mais de 900 mil famílias foram prejudicadas. 

O texto, que foi assinado por um dos funcionários da Vale, afirma que não existem pessoas na área de auto salvamento e que ninguém está correndo risco. 

Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui