21.5 C
Brasil
quinta-feira, 20 janeiro 2022
HomeFinanças & InvestimentosAs ações que mais irão pagar dividendos no ano de 2022

As ações que mais irão pagar dividendos no ano de 2022

Durante o ano de 2022, algumas empresas devem pagar dividendos recordes para os investidores que investirem em ações até a data de corte. Uma das que mais pretendem pagar para os seus colaboradores é a Petrobras. O presidente da estatal, Luna e Silva, prometeu valores recordes até o ano de 2024.

A empresa vem se destacando em seu faturamento devido ao aumento expressivo dos preços dos combustíveis durante o ano de 2021. De acordo com a ANP, é estimado que mais de vinte estados estejam com o valor do litro acima de R$ 7. 

Outra empresa que promete estar entre os maiores destaques para quem deseja investir é a Vale, que é uma das maiores siderúrgicas do país. Durante o ano de 2021 tiveram algumas perdas no setor devido ao aumento do IPCA para os metais e a dificuldade em esvaziar os estoques. Mas, para esse ano, estão prevendo uma forte recuperação econômica para o setor de construção civil – que tem valor bilionário no país e está entre as alternativas preferidas dos investidores conservadores. 

Empresa  Ação  Setor/Segmento Dividend yield

projetado para 2022

Bradespar BRAP3 Minerais metálicos 44,53%
Bradespar BRAP4 Minerais metálicos 42,69%
Metalúrgica Gerdau GOAU4 Siderurgia 20,39%
Petrobras PETR4 Exploração, refino e distribuição 19,87%
Vale VALE3 Minerais metálicos 18,77%
Copel CPLE6 Energia elétrica 18,67%
Petrobras PETR3 Exploração, refino e distribuição 18,41%

A Bradespar, que também trabalha com minerais, realizou a promessa que irá pagar ao ao menos 44% do valor para dividendos, essa é uma forma de atrair investidores para as ações durante o ano de 2022. O setor está combatendo lado a lado à Vale e promete ser uma disputa intensa durante esse ano. 

Por fim,  B3, que é a Bolsa de Valores brasileira, também está na lista de alternativas que prometem os melhores retornos nos dividendos para os acionistas. Ao todo, o retorno será de 9%. 

Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui