21.8 C
Brasil
terça-feira, 30 novembro 2021
HomeFinanças & InvestimentosBrasil pode sofrer com desabastecimento de combustível e energia

Brasil pode sofrer com desabastecimento de combustível e energia

Bento Albuquerque, o ministro de Minas e Energia, informou em entrevista nesta quarta-feira (10) que o país poderia enfrentar a falta de combustível. Recentemente, os alertas estavam destinados para a energia, o que ocasionou na criação de uma tarifa de escassez ainda mais cara que a bandeira vermelha de taxa 2. Como consequência, os valores podem voltar a aumentar. 

Além disso, questionou sobre os elevados valores que estão sendo cobrados pela Petrobras e usou como exemplo a Argentina que cobra R$ 3 o litro, mesmo estando com a inflação acumulada a 53%. Pacheco, presidente do Senado, já afirmou que pretendia conversar com o presidente da estatal, Luna e Silva, para que pudessem discutir sobre a política de preços.  Na última semana, a Receita Federal havia apreendido mais de 2 mil litros de gasolina que vinha sendo transportada de forma ilegal da Argentina para o Brasil. O argumento dos motoristas era de que o preço era mais em conta. Santa Catarina, Paraná e Rio Grande de Sul contam com esse transporte entre os países. 

O valor da gasolina já superou a marca de R$ 7 em ao menos sete estados. E, é esperado que Santa Catarina chegue a R$ 10 até o final do ano de 2022. Fernando de Noronha, ilha com apenas um posto de combustível, vem registrando desde a última semana valores que chegam a R$ 9.66. 

Inflação e inflação no combustível

Nesta quarta-feira (10), o IBGE liberou os dados da inflação acumulada do Brasil até outubro, que está com o acumulado de 10,67% nos últimos doze meses. O dólar, portanto, apresentou uma nova alta para R$ 5,46, durante o início da manhã, as negociações estavam a R$ 5,44. O presidente Bolsonaro afirma, desde a semana passada, que haverá um novo reajuste de preço no combustível e voltou a abordar sobre a possibilidade de privatização.

Daiane Souzahttp://visaoconfiavel.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui