26.3 C
Brasil
segunda-feira, 17 janeiro 2022
HomeFinanças & InvestimentosCDI: veja tabela de porcentagens e influências no seu investimento

CDI: veja tabela de porcentagens e influências no seu investimento

Quem costuma investir com mais frequência, com certeza já ouviu falar sobre  “rendimento 100% do CDI” ou até mesmo “rendimento de 220% do CDI”. Essa é uma forma dos bancos pagarem os juros aos investidores. Em suma, o CDI está fortemente ligado à renda fixa e também à taxa Selic: quando ela aumenta, ele aumenta junto. Com as alterações da COPOM no mês de setembro, a taxa Selic foi para 6,25% e aumentou um ponto percentual em relação ao mês de agosto. 

Mês/Ano Selic CDI
setembro/2021 6,25% 6,15%
agosto/2021 5,25% 5,15%
julho/2021 4,25% 4,15%
junho/2021 4,25% 4,15%
maio/2021 3,50% 3,40%
abril/2021 2,75% 2,65%
março/2021 2,75% 2,65%
fevereiro/2021 2,00% 1,90%
janeiro/2021 2,00% 1,90%

Quanto renderia R$ 1 mil a 100% do CDI, então?

Uma dúvida, então, seria qual o rendimento de R$ 1 mil a 100% do CDI. Em um ano, o investidor teria recebido na faixa de R$ 61. No entanto, como as taxas estão em constante mudanças, o valor pode ser alterado (sem contar ainda que algumas alternativas contam com a cobrança do imposto de renda, como é o caso do CDB). É estimado, por exemplo, que a Selic vá para cerca de 8,5% ao ano, logo, o CDI pode ficar na faixa de 8,4%, trazendo o retorno de R$ 84 a cada R$ 1 mil. 

O valor ainda não acompanha a perda aquisitiva e de poder de compra dos investidores. Quem investiu R$ 1 mil no mês de agosto de 2020 e retirou em R$ 2021, após doze meses, teria perdido cerca de R$ 96 de poder aquisitivo enquanto o rendimento seria muito inferior a isso. 

Existe algum banco com 200% do CDI?

Existem alguns bancos que oferecem cerca de 200% do CDI, como é o caso da XP Investimentos (que é mais uma corretora que um banco em si). No entanto, eles pedem o investimento mínimo de R$ 500 e a aplicação por três meses ou mais. Não sendo, portanto, uma alternativa para investidores que querem montar uma reserva financeira. 

Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui