24.1 C
Brasil
segunda-feira, 6 dezembro 2021
HomeFinanças & InvestimentosComo investir em renda fixa com inflação a 10,67%?

Como investir em renda fixa com inflação a 10,67%?

Está cada vez mais difícil investir em renda fixa, e até mesmo em fundos imobiliários, e ter retornos que estejam acima da inflação brasileira. Nesta quarta-feira (10), o IBGE liberou os novos dados do IPCA acumulado dos últimos doze meses e mostrou que chegou a 10,67%. Logo, o que valia R$ 1000 em outubro do ano de 2020, teria que valer R$ 1106,7 para que tivesse a mesma relevância e poder de compra. 

Deste modo, para acompanhar a desvalorização do dinheiro, está sendo necessário cada vez mais migrar para outros tipos de aplicação, mesmo com o aumento da taxa Selic para 7,75% que está deixando o setor mais rentável. 

Para que o rendimento seja maior que a desvalorização, é necessário que renda mais que 10,67% ao ano. Caso contrário, o investidor estará perdendo dinheiro e poder de compra ao deixar o dinheiro guardado.  Vamos dar um exemplo prático para que o leitor consiga entender: 

  • Supondo que o rendimento seja a Selic, de 7,7% ao ano. Logo, R$ 1000 renderia cerca de R$ 77. No entanto, a desvalorização foi de R$ 106,7. Por isso, diz-se que o investidor acabou perdendo cerca de R$ 30. 
  • Agora, tendo em vista um rendimento de 12%, houve a valorização de R$ 120 enquanto a inflação estava a R$ 106,7. Então, está com um valor acima, houve o rendimento real. 

Renda Fixa: CDB vale a pena mesmo?

Essa análise está levando em consideração os investimentos presentes no Inter Investe, no portal, o máximo de rendimento do CDB para 3 anos seria de 13% que, com  o desconto do imposto de renda seria equivalente a uma média de 10 a 10,6% ao ano. Ainda está abaixo do LCI ou do LCA que rendem 13% ao ano mas não descontam nenhuma parcela para imposto de renda. Logo, tornam-se mais rentáveis mesmo que seja a longo prazo – isso, no entanto, não é regra visto que existem CDBs que podem ser mais rentáveis com o decorrer dos anos. 

Daiane Souzahttp://visaoconfiavel.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui