21.5 C
Brasil
sexta-feira, 3 dezembro 2021
HomeFinanças & InvestimentosFundos de renda fixa: por que não investir neles?

Fundos de renda fixa: por que não investir neles?

Fundos de renda fixa são uma alternativa para os investidores mais conservadores e que não querem assumir altos riscos. No entanto, ao analisar o contexto geral, acabam não valendo a pena. 

De forma sintetizada, um fundo é criado por determinada empresa que pega valores de investidores para que a marca aplique o dinheiro em vez do dono do valor. Os rendimentos, no Inter Invest, por exemplo, são inferiores a 5% ao ano. Isso acontece porque a maioria das empresas investe o dinheiro dado para investir em saladas de batatas. 

O que é salada de batatas nos investimentos?

De forma sintetizada, uma salada de batata significa que existem partes boas e ruins. As ruínas são aqueles ativos da renda fixa que não rendem nem metade do IPCA. E, as boas, neste caso, seriam os ativos que acompanham a inflação. 

Justamente porque existem os ativos na faixa de 5%, 6% ou menos que isso, que acaba-se perdendo rendimentos.  Valeria mais a pena o investidor usar o dinheiro para aplicar em ativos que são realmente bons para garantir retornos acima do índice inflacionário. 

- Continua Depois da Publicidade -

Por isso, optar por LCI, LCA, CDB ou CRI e CRA com rendimentos de 10 a 13% vale mais a pena aplicar o dinheiro em fundos. No entanto, antes de sair colocando o dinheiro em qualquer coisa, deve-se estar ciente de que até mesmo na renda fixa existem riscos. 

O recomendado é colocar em moderado ou leve e, dependendo do valor a ser aplicado, se for elevado, optar pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Ao optar por investimentos com a garantia do FGC, o investidor garante que, se a instituição quebrar, terá o dinheiro de volta. 

Investimentos garantidos e não garantidos pelo FGC

  • Garantidos: CDB, LCI e LCA
  • Não garantidos: CRI e CRA
Daiane Souzahttp://visaoconfiavel.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui