27.9 C
Brasil
sábado, 31 julho 2021
HomeFinanças & InvestimentosG7 apoia ajudas do FMI para países pobres devido a pandemia

G7 apoia ajudas do FMI para países pobres devido a pandemia

Uma nova videoconferência realizada nesta sexta-feira (19) no Reino Unido, juntou ministros do grupo G7 para elaborar uma forma de ajudar os países pobres que estão ainda mais enfraquecidos por causa da pandemia. O FMI (Fundo Monetário Internacional) deve ser a ajuda necessária que os países mais vulneráveis precisam nesse momento.

Os Ministros das Finanças concordaram em ajudar ou financias esses países pobres que mais precisam de ajuda, e usar o Tesouro Britânico pode ser a saída. É preciso emitir um documento de direitos especiais, para proporcionar a liquidez e beneficiar os países afetados pela pandemia, segundo especialistas essa será a primeira vez que o documento é elaborado depois da crise de 2009.

Países pobres afetados

Segundo a discussão feita, a operação deve ser elaborada ainda, para permitir que os países que estão sofrendo mais com a pandemia, consigam custear os recursos necessários para comprar vacinas, importar alimentos, medicações, e também amortizar a situação de população de baixa renda.

O FMI foi criado em 1969 com o intuito de complementar as reservas de câmbio entre os países que faziam parte, para poderem trocar moeda. O valor do grupo é baseado principalmente em 5 moedas internacionais, que atribuem sua cota aos países que são membros.

- Continua Depois da Publicidade -

Leia mais: Novo Auxílio emergencial deve injetar R$ 34,2 bilhões na economia

G7

De acordo com representantes do G7, esse acordo teria como base principal garantir que nenhum desses países pobres fique para trás durante a recuperação financeira e econômica pós pandemia. A reunião ainda debateu de forma virtual, sobre outros tipos de ajuda poderiam ser realizadas.

Fazem parte do grupo G7 os ministros do Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Estados Unidos, Canadá e Japão. O trabalho do FMI é para mostrar com transparência como funciona e como é usado o DES (Emissão de Direitos Especiais – Special Drawing Rights – SDR), para garantir que os países que recebam o benefício sejam realmente beneficiários e aptos a serem os destinatários.

 
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui