28.6 C
Brasil
sábado, 18 setembro 2021
HomeFinanças & InvestimentosInflação de julho ultrapassa a faixa de 1% e acumula o total...

Inflação de julho ultrapassa a faixa de 1% e acumula o total de 8,99% no ano

A inflação de julho ultrapassou a faixa de 1% em algumas regiões brasileiras no mês de julho e desencadeou o aumento acumulado dos últimos 12 meses para 8,99% ao ano.  

O IPCA mostra quais foram as tendências de desvalorização monetária e o aumento dos preços. No Paraná, PR, os valores foram ainda mais drásticos e chegaram a cerca de 1,6%. 

Apesar das tentativas da COPOM em alterar a taxa básica de juros da Selic para 4,2%,não está havendo controle da moeda norte-americana e dos preços brasileiros. Em Santa Catarina, SC, pesquisadores alertam para as possibilidades do aumento da gasolina para $ 7. 

Pesquisas publicadas pelo portal da Globo mostram que os aumentos no mês anterior ocorreram devido à taxa vermelha de redes de energia elétrica em escala nacional e também sobre a escassez. Outras análises mostram que o auxílio emergencial vem causando impactos como o aumento de dinheiro em circulação em mais de R$ 40 bilhões desde 2020. 

- Continua Depois da Publicidade -

A taxa Selic deve terminar o ano em 5,5% e serve para controlar a inflação acumulada e também o valor da moeda norte-americana perante a desvalorização do real brasileiro. Apesar disso, o dólar continua na faixa de R$ 5,20 e apresenta poucas chances de baixas neste ano: negativos argumentam que pode voltar a flertar com R$ 6. Investidores sentem interferências políticas em relação aos investimentos e uma possível instabilidade. 

Em um cálculo, o reajuste de duas décadas (2001) teria que ser acima de 238% para ter o mesmo valor. Por exemplo, R$ 10 mil no ano de 2001 seria equivalente a mais de R$ 33.168,80 atualmente. 

Consequências da inflação acumulada

A inflação acumulada traz uma série de consequências para a economia brasileira, principalmente em relação à desvalorização monetária junto ao aumento dos preços: o arroz apresenta altas maiores de 40% e a gasolina teve aumentos, no ano de 2021, com  uma faixa de 45%. O óleo quase duplicou de preço, totalizando uma variação de 100%. 

 
Visão Confiávelhttp://visaoconfiavel.com/
Visão Confiável é uma agência com jornalistas independentes que estão dispostos a fornecer informações em tempo real e com qualidade. Contamos com uma agência de redatores. Entre em contato!

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui