28.8 C
Brasil
quinta-feira, 5 agosto 2021
HomeFinanças & InvestimentosDesvalorização da Petrobrás e desequilíbrio político faz dólar flertar com R$ 6

Desvalorização da Petrobrás e desequilíbrio político faz dólar flertar com R$ 6

O dólar custava cerca de R$ 5,44 antes das intervenções de Bolsonaro na Petrobras, maior estatal brasileira. Com uma tentativa de diminuir os valores dos combustíveis, o presidente sugeriu que trocassem o CEO, Castello Branco, e substituíssem por um militar – a primeira recomendação criada após a Ditadura.

Após a interferência e as falas que apresentavam risco para os investidores, as ações começaram com 5,33% em queda e, de sexta para segunda, já haviam perdido mais de R$ 102 bilhões. O dólar saiu de um valor que já estava elevado para alcançar a faixa de R$ 5,77.

Muitas empresas estrangeiras que devem fazer a importação reclamam que não estão obtendo lucros já que os valores são elevados. A Ford já encerrou as atividades no Brasil e, com isso, ocorreu a demissão de mais de 5 mil colaboradores: a desculpa também foi de gastos elevados e o preço da moeda norte-americana. 

 Uma possível privatização e o dólar

Somente no quarto trimestre de 2020, a Petrobras trouxe o lucro de  R$ 59,89 bilhões. O lucro se deve quando a estatal já descontou os valores de gastos com salários e materiais. Mesmo assim, o intuito é de se realizar a venda para que haja uma entrada de caixa ainda maior e o país consiga pagar as dívidas de R$ 5 trilhões que obteve. 

- Continua Depois da Publicidade -

Um dos principais planos do governo é investir também na privatização da Eletrobras e dos Correios. As ideias também são estudadas de acordo com os impactos econômicos que podem causar. 

Leia mais: PEC Emergencial pode cortar o salário dos servidores em 25%?

Na semana passada, houve a informação de que o governo iria diminuir 5% dos tributos em combustíveis. Mas, no mesmo dia, a estatal aumentou o valor em 5%, o que anulou os esforços. A principal causa do preço elevado se deve especialmente pelas políticas e benefícios dados ao CEO e outros colaboradores, que não estão relacionadas diretamente com o ICMS. 

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui