29.1 C
Brasil
quinta-feira, 16 setembro 2021
HomeFinanças & InvestimentosO que esperar da economia pós-pandemia?

O que esperar da economia pós-pandemia?

Entender o que esperar da economia pós-pandemia é importante não só para todos os empreendedores do mercado nacional, como também para todas as pessoas. Não são apenas os donos de empresa ou investidores da Bolsa que são afetados pelo movimento econômico, somos todos nós. Qualquer pessoa, da mais pobre até a mais rica, pode ser (e é) afetada pela economia.

E não é segredo para ninguém que a pandemia do novo coronavírus afetou bastante a economia local. Desde o surgimento de certas tendências até o tipo de consumo das pessoas, a crise atual foi muito amplificada pela pandemia. Para se ter uma noção, até o preço dos carros subiu, em parte, por causa da crise da Covid-19, embora outros fatores tenham afetado a situação também.

E aí, quer aprender o que esperar da economia pós-pandemia? Então siga a leitura do artigo abaixo com atenção!

O que esperar da economia pós-pandemia: 5 pontos

1. Novos hábitos de consumo

Um dos fatores que terá maior impacto na economia pós-pandemia é a mudança dos hábitos de consumo dos consumidores. Na prática, o que é comum hoje e será assim que a pandemia acabar, não costumava ser tão normal assim nos últimos anos. Isso remodelará a economia, com o surgimento de muitas novas empresas para acompanhar essas tendências.

- Continua Depois da Publicidade -

Veja o exemplo do Rappi Delivery. O app é um dos mais baixados e usados, refletindo a tendência de consumo das pessoas por opções de delivery. Hoje em dia, não só restaurantes são alvos de pedidos de delivery, mas também supermercados, farmácias e até lojas de roupas e outros produtos.

No último ano, os aplicativos de delivery cresceram 187%, mostrando a força desse novo hábito de consumo. Além dele, existem muitas outras ações que afetam como o consumidor pensa e se comporta. Isso remodelará a nossa economia no curto e médio prazo.

2. Efeitos da Inflação

Um dos fatores que mais causa impacto na nossa economia em 2021 é a inflação. Atualmente perto de 9% ao ano, o mercado acredita que ela ainda poderá aumentar até o fim da pandemia.

Na prática, isso causará efeitos significativos em nossa economia por pelo menos alguns anos após o fim da crise. Veja, por exemplo, o que aconteceu na última vez que a inflação se descontrolou, em 2015. Na ocasião, o governo precisou aumentar a taxa Selic para frear o consumo via crédito e, aos poucos, segurar a inflação. Ela só voltou a ficar mais controlada entre 2017 e 2018, mas ao custo de ter reduzido o consumo nacional e freado o desenvolvimento do PIB do país.

- Continua Depois da Publicidade -

Portanto, podemos esperar um cenário parecido com esse na economia pós-pandemia. Se não exatamente igual (pois o problema atual não é o mesmo que o antigo), algo parecido.

3. Novos modelos de trabalho

A pandemia trouxe novos modelos de trabalho para a nossa economia ou, no mínimo, popularizou aqueles que já existiam, mas eram pouco utilizados. Um exemplo é o Home Office, que afetou 11% da população nacional.

Esses novos modelos de trabalho trazem novas formas de organizar as empresas e, de certo modo, novas empresas para atuar em nosso mercado. Por exemplo, um escritório de contabilidade pode reunir colaboradores do Brasil inteiro via Home Office, se tornando um player nacional em pouco tempo.

Essas mudanças terão impacto também nas despesas das empresas, além de afetar os hábitos de consumo dos consumidores, que também são trabalhadores e ficarão mais tempo em casa.

4. Mudanças no mercado imobiliário

- Continua Depois da Publicidade -

O mercado imobiliário é outro que sofrerá algumas mudanças positivas e negativas (dependendo do ponto de vista) nos próximos meses. A começar por uma mudança de foco do consumidor, que estará mais tempo em casa também no pós-pandemia (por exemplo, trabalhando via Home Office).

Isso afetará também a maneira como os imóveis são construídos. Apartamentos pequenos, que estavam cada vez menores, devem sair de cena e dar lugar a espaços capazes de manter as pessoas em casa por mais tempo sem grandes problemas.

Além das necessidades das pessoas, o mercado imobiliário também verá o surgimento de novas maneiras de trabalhar com imóveis, desde novos tipos de aluguel (como o coworking e coliving) até novas tecnologias para a construção. Tudo isso afetará significativamente a economia, que é muito dependente do setor imobiliário.

5. Recuperação da economia no mundo

Por fim, vale mencionar que a tendência na economia global é de recuperação no pós-pandemia. Conforme for seguro para abrir novamente e as fábricas voltarem ao ritmo antigo, veremos mais produtos no mercado, queda de preços e maior atividade econômica no geral.

Agora que já sabemos o que esperar da economia no pós-pandemia, é importante se adaptar para o que vem por aí. Os próximos anos não serão fáceis, mas com certeza há um caminho de recuperação e crescimento no futuro próximo. Pode demorar um pouco, mas eventualmente o crescimento econômico retornará após o fim da pandemia do novo coronavírus.

E aí, gostou do conteúdo? Então comente abaixo dizendo o que você espera da economia no pós-pandemia!

 

 
Visão Confiávelhttp://visaoconfiavel.com/
Visão Confiável é uma agência com jornalistas independentes que estão dispostos a fornecer informações em tempo real e com qualidade. Contamos com uma agência de redatores. Entre em contato!

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui