30 C
Brasil
quinta-feira, 20 janeiro 2022
HomeFinanças & InvestimentosO que está causando a queda das ações das companhias aéreas em...

O que está causando a queda das ações das companhias aéreas em 2022?

Durante essa segunda-feira (10), o Ibovespa está enfrentando um novo movimento de queda no mercado. De acordo com o acumulado das últimas 52 semanas, a perda chega a 18%, sendo o equivalente a 2,6% somente durante o ano de 2022. E, neste enfoque, as ações que mais estão enfrentando movimentos de queda no início da semana são as companhias aéreas. 

Mín — Máx (Dia) 101.731 – 102.719
Variação (Dia) -0.63%
Variação (Mês) -2.62%
Variação (2022) -2.62%
Variação (52 semanas) -18.39%

Durante o último domingo (09), a Latam informou que estaria cancelando ao menos 110 voos de última hora devido ao aumento dos casos da Covid-19 com a influenza no Brasil. Nas últimas 24 horas, ao menos 500 mortes foram confirmadas e totalizaram a faixa de 620 mil mortos.

Enquanto isso, ao menos 22,5 milhões de casos foram registrados em apenas dois anos no Brasil. A Gol, uma das concorrentes, não informou se estaria cancelando as viagens de seus clientes, mas é provável que o faça durante o decorrer do dia. 

Ações em queda

A Gol conta com uma desvalorização na faixa de 1,5% nesta segunda-feira (10) e, em relação ao mês de janeiro – vulgo ano de 2022 – está com uma variação negativa na faixa de 8,8%. Os prejuízos na bolsa devem se intensificar após o portal SUNO declarar que a instituição teria baixos lucros durante o trimestre – abaixo do que estava nas expectativas de seus acionistas. Durante as últimas 52 semanas, a empresa perdeu quase 34% de valor. 

Mín — Máx (Dia) 15,36 – 15,75
Variação (Dia) -1.52%
Variação (Mês) -8.8%
Variação (2022) -8.8%
Variação (52 semanas) -33.94%

A queda da Latam é ainda mais expressiva, chegando a uma faixa de 2,8% apenas durante a manhã após os anúncios de cancelamento. Alguns investidores alegam que a perda de valor da instituição pode beirar a faixa de 5% pela tarde.  A crise da Covid-19 está ocasionando no fechamento de fronteiras e diminuição do turismo. Logo, impactou, durante esses dois últimos anos, diretamente sobre o lucro obtido pelas companhias aéreas. 

Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui