26.9 C
Brasil
quinta-feira, 20 janeiro 2022
HomeFinanças & InvestimentosPIB do Brasil cai no 3º trimestre e há risco de recessão...

PIB do Brasil cai no 3º trimestre e há risco de recessão econômica

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o PIB, Produto Interno Bruto do Brasil, decaiu cerca de 0,1%. No aumento anual, tem-se a média de crescimento de 4% em relação a 2020 – ou seja, houve apenas uma recuperação dos 4,1% que foram perdidos durante o ano passado. Os economistas sentem o risco de uma possível recessão na economia também para o ano de 2022. A maior queda na economia foi durante o segundo trimestre do ano de 2020, quando o PIB teve um encolhimento na faixa de 8%. 

Outro fator que causa alerta sobre os investidores é em relação à possibilidade de inflação elevada – o Brasil está entre os países com os valores mais altos, perdendo apenas para a Argentina (53%) e a Turquia (19%), a Venezuela não está sendo considerada neste cálculo. No acumulado dos últimos doze meses, o valor do IPCA chegou a 10,67%. O setor do comércio apresentou queda de 3% em outubro, mas a construção civil continuou sendo prejudicada após aumento de 1,01%. 

Segundo o relatório do IBGE, o Produto Interno Bruto está pouco menos de 3%  do que foi o teto máximo histórico brasileiro que havia sido alcançado durante o governo do PT, Partido dos Trabalhadores. 

O resultado não foi o esperado, está abaixo das expectativas para o ano de 2021 e não há grandes chances de recuperação econômica efetiva. Entretanto, apesar destes dados, o Ibovespa está operando o dia em alta de 1,48%. No mês de dezembro, a alta da bolsa chega a 0,3%. Contudo, o histórico não é favorável visto que a queda acumulada somente no ano de 2021 chegou a 14%, enquanto nas últimas 52 semanas (1 ano) é de 8,58%. 

Mín — Máx (Dia) 100.785 – 102.410
Variação (Dia) +1.48%
Variação (Mês) +0.34%
Variação (2021) -14.07%
Variação (52 semanas) -8.58%

O dólar também começou o dia com leve queda de 0,64% e está sendo cotado a R$ 5,63.

Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui