21.6 C
Brasil
quinta-feira, 24 junho 2021
HomeFinanças & InvestimentosPor que não se pode imprimir dinheiro?

Por que não se pode imprimir dinheiro?

Você já se perguntou por que não é possível imprimir dinheiro? 

Bem, essa dúvida é bastante comum e neste artigo, nós do Manchetes do Dia iremos te explicar exatamente quais são os motivos disso. 

Um exemplo prático é o próprio Brasil que teve o preço dos produtos, principalmente o arroz, aumentados. Isso porque, havia R$ 42 bilhões a mais em circulação no país devido o auxílio emergencial de R$ 600 e R$ 300 que estava sendo fornecido. 

Dessa forma, quanto mais dinheiro há circulando, maior o preço das coisas porque o real fica desvalorizado, então é necessário pagar mais que antes para compensar a desvalorização. 

R$ 40 bilhões em dinheiro a mais em circulação

- Continua Depois da Publicidade -

Com R$ 40 bilhões a mais, o governo teve que começar a imprimir as notas de R$ 200 para reduzir os custos de impressão. Já que todas as notas voltam e são reimpressas após duas ou três semanas de uso (para que não fiquem velhas ou danificadas). 

Logo, em vez de imprimir cerca de seis notas de R$ 100 para o auxílio (ou 12 de R$ 50), eles imprimiam apenas três de R$ 200 e isso saia mais barato. 

Outro exemplo que podemos citar é a Venezuela. Quem nunca viu vídeos de moradores no país andando com carrinhos de dinheiro para a compra do mês ou então, queimando o dinheiro?

Isso acontece porque ocorreu uma grande impressão. E, com a alta quantidade em circulação, a inflação aumenta e o valor da moeda diminui. É como se entrasse em ação a lei de oferta e procura: quanto mais tem gente procurando comprar a moeda e menor a disponibilidade, maior o preço.

- Continua Depois da Publicidade -

Quando a inflação é muito alta, tem muito dinheiro em circulação e a busca pela compra da moeda é menor. E, quando acontece no ponto da Venezuela, ocorre a quebra econômica e se faz necessário até cortar os zeros. 

 

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui