21.8 C
Brasil
terça-feira, 30 novembro 2021
HomeFinanças & InvestimentosRenda fixa: investir nos fundos ou diretamente nos ativos? Qual vale mais...

Renda fixa: investir nos fundos ou diretamente nos ativos? Qual vale mais a pena?

A renda fixa vem sendo olhada com bons olhos desde que a taxa Selic começou a aumentar. No entanto, tanto os ativos em si quanto os fundos começaram a ganhar mais destaque. Por isso, muitos investidores não sabem qual seria a melhor alternativa para encontrar os melhores retornos a curto,  médio e longo prazo. 

De forma sintetizada, um fundo de renda fixa se trata de uma empresa que investe nos ativos no lugar de quem tem o dinheiro. Por exemplo, você tem R$ 1 mil e quer dar esse valor para o Manchetes do Dia aplicar em CDB, LCI, LCA e outros. O que acaba sendo problemático porque o Manchetes não iria fazer esse serviço de graça: haveria uma taxa de manutenção que pode chegar a 3% do seu rendimento. 

E, além da taxa de manutenção, o fundo de investimento é como se fosse uma salada de batatas. Ou seja, existem coisas boas e rentáveis como existem alternativas ruins que rendem, 5% ou 6% ao ano. 

Então, se você mesmo investe, em vez de dar o dinheiro para uma empresa, poderia escolher alternativas que rendem até 13% (média atual) e que são tão seguras tanto. Isso porque, a empresa dona do fundo também faz negociações e pode ganhar em cima de cada fundo ruim que aplicar, por exemplo. Há a análise dos interesses deles e não de quem emprestou o valor. 

Qual a consequência de investir em um fundo de investimento de renda fixa?

- Continua Depois da Publicidade -

Uma das maiores consequências de aplicar dinheiro em fundos de investimentos é o baixo rendimento. Uma vez que poderia estar aplicando em ativos de 10 a 13%, a empresa pode estar aplicando em ativos de 5 a 7% ao ano ou até mesmo que não são protegidos pelo FGC. Existem muitos bancos e corretoras que permitem aplicar o valor neste tipo de negócio, como o Inter e Nu Invest.

Daiane Souzahttp://visaoconfiavel.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui