26 C
Brasil
sábado, 27 novembro 2021
HomeFinanças & InvestimentosVeja dados de inflação dos países que fazem fronteira com o Brasil

Veja dados de inflação dos países que fazem fronteira com o Brasil

Neste ano, a Argentina teve que congelar o preço de mais de 1200 produtos devido à possibilidade de inflação a 53%. No mês de outubro, houve o crescimento na faixa de 3% do IPCA no país.

Jornalistas do CNN, no canal do Youtube, argumentam que uma das causas vem sendo o governo de esquerda que criou uma série de programas sociais que exigiam a impressão de mais dinheiro durante a pandemia da Covid-19. No entanto, o assunto já se trata de uma história mais antiga que o vírus: desde o ano de 2018, os valores terminam o ano acima de 40%. O valor já vinha sendo maior que os últimos 20 anos do país hermano. 

No Brasil, o PIB, Produto Interno Bruto, apresentou queda de 4,1% no ano de 2020 e, apesar das expectativas da inflação em 2021 terminarem em 9%, já está a 10,67% no acumulado dos últimos doze meses. Enquanto isso, a dívida pública também apresenta aumentos devido ao dólar. Já chegou a R$ 8,4 trilhões, equivalente a mais de 80% do valor do PIB. 

A Venezuela conta com valores ainda mais elevados e muitos cidadãos que moram no país decidem migrar, de forma ilegal, para o Brasil. De acordo com o Poder 360, chegou a mais de 2900% nos últimos anos. Os venezuelanos precisam de carrinhos de dinheiro para pagar as contas, literalmente e sem figuras de linguagem sendo adicionadas. O áís teria tentado cortar o zero da moeda em seis. No entanto, não obtiveram sucesso na economia, que ainda está estagnada.

- Continua Depois da Publicidade -

O dólar no Brasil vem passando por leves quedas, chegando a R$ 5,46. No entanto, seu impacto nos combustíveis ainda é sentido de forma intensa visto que ao menos 20 estados registraram valores acima de R$ 7 o litro da gasolina. Em Fernando de Noronha, ocorreu o aumento mais elevado, chegando a R$ 9,66. 

Daiane Souzahttp://visaoconfiavel.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui