23.4 C
Brasil
quarta-feira, 8 dezembro 2021
HomeNegócios & EmpresasEmpresas do Simples Nacional com dívidas de impostos serão excluídas da Receita

Empresas do Simples Nacional com dívidas de impostos serão excluídas da Receita

De acordo com o jornal “O Maranhense”, as empresas que estão inscritas no Simples Nacional e que contam com dívidas nos impostos mensais do DAS, podem ser excluídas nos próximos dias pela Receita Federal. É estimado que o dono da marca possa entrar para a dívida ativa, tendo adições de valores que chegam a 20% do que é devido e, em alguns casos, o bloqueio dos bens. 

Até setembro, o MEI, microempreendedor individual, podia parcelar seus débitos em até 175 vezes com o valor mínimo de R$ 50. O parcelamento pode depender do porte da empresa, tendo a média de até 60 vezes atualmente. As pessoas jurídicas possuem até 30 dias depois que receberem o Termo de Exclusão para fazer a regularização. O não pagamento da primeira parcela do parcelamento também pode ocasionar na exclusão. 

A Receita Federal também informou que as marcas que possuem interesse em  entrar para o Simples Nacional no ano de 2022, possuem até o final do mês de janeiro de 2022 para se inscrever e realizar a migração. Caso contrário, será possível somente com a abertura de um novo prazo no ano de 2023. 

Como pagar o DAS das empresas? 

O valor do DAS pode variar de acordo com o porte da empresa. No entanto, independente do porte, a emissão do boleto ocorre pelo mesmo portal: através do site da Fazenda pelo link http://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/Aplicacoes/ATSPO/pgmei.app/Identificacao. Para emitir, é necessário informar o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica). 

- Continua Depois da Publicidade -

O pagamento deve ser realizado de forma obrigatória, mesmo que a marca não possua faturamento mensal. O mesmo vale para a declaração anual de faturamento, que geralmente tem o prazo para ser entregue até o mês de maio de todos os anos. O processo pode ser feito de forma completamente online e sem a cobrança de custos. Se preferir, pode pagar um centro de contabilidade. 

Daiane Souzahttp://visaoconfiavel.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui