19.4 C
Brasil
sábado, 19 junho 2021
HomeNotícias GeraisOperação no Jacarezinho: imprensa internacional fala em 'banho de sangue' e 'carnificina'

Operação no Jacarezinho: imprensa internacional fala em ‘banho de sangue’ e ‘carnificina’

A imprensa internacional está se referindo a Operação Jacarezinho como “banho de sangue” e também de “carnificina”. Nesta quinta-feira (06), deixou mais de 25 mortos com os tiros de bala nas favelas.

A polícia militar informou que começou a adentrar no local após receber denúncias que os traficantes estavam usando crianças e adolescentes para que traficassem e vendessem drogas.

Dois passageiros de um metrô próximo ficaram feridos e um dos policiais foi morto. Vários  jornais ouviram os relatos dos moradores e descrevem o momento como um dos mais letais da história.

Corpos foram carregados dentro de lençóis brancos. A imprensa argumenta que esse foi um dos momentos mais difíceis e tensos para os policiais do Rio de Janeiro. O risco que os profissionais correram foi intenso e mostra o quão corajosos foram.

A imprensa francesa abordou sobre o banho de sangue. Disse, ainda por cima, sobre as cenas de terror que foram vistas: corpos caídos no chão, muitos banhados de sangue. Pessoas correndo, chorando e pedindo socorro.

As favelas sofrem diariamente com o tráfico. Muitos traficantes costumam usar adolescentes para que hajam as vendas e envios. A maioria deles fornece a droga para menores e não se arriscam para que não sejam presos.

Operação no Jacarezinho

Um dos jornais britânicos citou ainda  as falas do apresentador do Balanço Geral (Record) em que o mesmo afirmou que seria bom que a polícia fizesse essa operação duas vezes ao dia para que reduzisse o poder dos traficantes.

A questão é que, em apenas uma das vezes já morreram mais de 25 pessoas, sem levar em consideração os feridos que tiveram que ir para o hospital.

O local encontrado pela polícia estava funcionando como um esconderijo para os traficantes da operação no Jacarezinho.

Leia mais: Escolas de Chapecó terão mais segurança depois de chacina

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Baixe Nosso Aplicativo

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui