22.9 C
Brasil
segunda-feira, 19 abril 2021
Home Política & Poder Assessores de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados sacaram 72% do salário

Assessores de Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados sacaram 72% do salário

Quatro funcionários que trabalham para Jair Bolsonaro, tiveram os salários de R$ 764 mil líquidos, mas retiraram uma média de 74% em dinheiro vivo, ao todo de R$ 551 mil. O ato chamou bastante a atenção da mídia, principalmente do Jornal UOL. Os saques foram identificados após analisar os documentos após o fim do sigilo fiscal sobre salários e gastos. 

Ademais, vale ressaltar que esses dados financeiros são dos anos 2007 a 2018, justamente o período em que Flávio Bolsonaro  foi denunciado por fazer parte das rachadinhas do governo. Atualmente, o senador comprou uma mansão com o valor de R$ 6 milhões, sendo R$ 3,1 milhões financiados através de um banco que é parceiro da família Bolsonaro, os juros foram extremamente baixos, diferente do que ocorre para o Bradesco e outros. 

Esses dados são indícios que havia ocorrido o processo dentro mesmo do gabinete de Jair Bolsonaro, quando ainda era deputado e não havia concorrido para presidente. Já foram procurados ainda na quarta-feira (10) através de telefones e até mesmo Whatsapp, mas o site UOL não obteve os retornos desejados. 

O alto valor de saques dos funcionários de Bolsonaro

Os saques dos funcionários de Jair Bolsonaro são bastante semelhantes ao do filho. No esquema de rachadinha, os funcionários fantasmas devem retirar o salário mensal e levar até o organizador que os contratou, mais de 50% deve ser devolvido. O uso constante de dinheiro vivo de todos os funcionários, leva a acreditar que há algo por trás das cortinas já que nenhum deles fazia o uso de cartões (o que torna possível identificar, no extrato, para quem foi enviada a transferência). 

O filho do atual presidente, Flávio Bolsonaro, já foi denunciado no ano passado pelo desvio de  R$ 6,1 milhões da Alerj, dos quais R$ 4,23 milhões ocorreram em dinheiro vivo. 

Leia mais: Bolsonaro cita intervenção militar e afirma: ‘É fácil impor uma ditadura’

 

 
Daiane Souza
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Baixe Nosso Aplicativo

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui