25.8 C
Brasil
quinta-feira, 15 abril 2021
Home Política & Poder Bolsonaro insiste em dizer que desemprego e vírus são gravíssimos

Bolsonaro insiste em dizer que desemprego e vírus são gravíssimos

A insistência do presidente em dizer que o povo precisa voltar a trabalhar, voltou a ser afirmada nesta segunda feira (5). Ao entregar casas populares a famílias de baixa renda, durante a cerimônia, em seu discurso Bolsonaro voltou a defender o tratamento precoce contra o coronavírus e também alegou que a situação de ficar sem trabalhar juntando desemprego e vírus é preocupante.

Além disso, o presidente defendeu que os efeitos econômicos da pandemia precisam ser combatidos. Com isso, foi nas redes sociais que Bolsonaro também compartilhou um vídeo feito por João Rodrigues, prefeito da cidade, onde ele mostra a situação de uma unidade de internação vazia, alegando que a cidade conseguiu reverter a situação grave em menos de 2 meses.

A defesa do tratamento precoce

Além do desemprego e vírus, no vídeo compartilhado por Bolsonaro, o prefeito também defende o tratamento precoce, alegando que as medidas de restrição que foram tomada desde fevereiro, influindo o distanciamento social, proibição de aglomerações, limitações de funcionamento de comércio entre várias outras restrições.

No evento marcado para entregar as habitações o presidente e toda a equipe do evento estavam de máscaras e o público presente se restringiu a somente as pessoas que iriam pegar as chaves. Com isso, muitas pessoas ficaram aglomeradas do lado de fora, esperando a saída do presidente.

Leia mais: Desemprego entre mulheres supera desocupação masculina em 378 

Ritmo de crescimento do desemprego e vírus

O Brasil acabou se tornando o epicentro da pandemia do coronavírus, e vem registrando recordes a cada dia no número de mortes. Um movimento feito para ajudar a espalhar os reflexos que os impactos econômicos vêm causando no Brasil, e como isso causará as próximas gerações, concordam com a alegação do presidente de que o desemprego e vírus são graves.

Com o colapso da saúde, o aumento de casos e novas restrições, a população fica sem saber para onde o país pode ir nos próximos meses.

 
Susan Nogart
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Baixe Nosso Aplicativo

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui