22.9 C
Brasil
segunda-feira, 29 novembro 2021
HomePolítica & PoderBolsonaro recebe título de Mérito Científico após 600 mil mortos pela Covid-19

Bolsonaro recebe título de Mérito Científico após 600 mil mortos pela Covid-19

Na última quinta-feira (04), o presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu uma medalha de Mérito Científico, a homenagem ocorre desde o governo de Fernando Henrique Cardoso em que o presidente junto a outros indivíduos devem determinar um cientista que merece levar o prêmio.

Enquanto isso, o Brasil enfrenta a marca de 609 mil vidas perdidas e mais de 21 milhões de casos registrados em um ano e meio. E, de acordo com cientistas da USP (Universidade de São Paulo) para a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), é esperado um número de 60 milhões de contaminados, mas que, a maioria deles não apresentou efeitos colaterais. 

De acordo com os últimos dados, ao menos 74,9% da população já foi vacinada com uma dose da Covid-19 no Brasil. No entanto, pouco mais de 50% dessas pessoas foram tomar a segunda dose, apenas. Um dos motivos pela desistência da imunização na metade da trajetória se dá porque uma parcela dos brasileiros acredita que já está protegida contra o vírus. 

A Ordem Nacional do Mérito Científico tem cerca de 1400 vagas para nomeações e o evento é realizado durante todos os anos, geralmente entre os meses de outubro e dezembro. O decreto elegendo o presidente da República, Jair Bolsonaro, teria sido publicado no Diário Oficial da União no mesmo dia.  No Decreto, é possível também encontrar o nome dos outros cientistas que foram selecionados para receber a homenagem no ano de 2021. 

Bolsonaro indo contra a ciência

- Continua Depois da Publicidade -

Durante a pandemia da Covid-19 em 2020 e 2021, Bolsonaro fez parte de gabinetes paralelos onde recebia orientações para não comprar as vacinas para a população. O mesmo também indicava medicamentos sem eficácia como a cloroquina como uma forma de prevenção do vírus. Indo, assim, contra a comunidade acadêmica que criou estudos para comprovar que o medicamento não funcionava. Em algumas entrevistas, citou pesquisas falsas sobre os riscos do uso de máscara. 

Daiane Souzahttp://visaoconfiavel.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui