26.3 C
Brasil
segunda-feira, 17 janeiro 2022
HomePolítica & PoderBolsonaro visita Beto Carreiro, em SC, após ignorar as mortes na Bahia

Bolsonaro visita Beto Carreiro, em SC, após ignorar as mortes na Bahia

Após ter ignorado as mortes e os mais de 400 mil grupos de famílias que foram prejudicadas durante as chuvas intensas na Bahia, o presidente da República, Jair Bolsonaro, saiu de férias para o Beto Carrero, localizado em Santa Catarina. Ao todo, 20 mortes foram confirmadas e casas foram registradas abaixo da água, rodovias foram bloqueadas no estado devido ao excesso de de lama e risco de aquaplanagem. 

O Beto Carrero é um dos maiores parques temáticos de toda a América Latina. Nos vídeos, o presidente Bolsonaro aparece entrando pelos fundos e também fez alguns drifts em carros que estavam para aluguel.  De acordo com o Portal da Transparência, somente nas férias do ano de 2020 para 2021, Jair e sua família – que também passaram na região Sul – gastaram mais de R$ 2,5 milhões dos cofres públicos. 

O presidente da República causou, novamente, aglomeração entre os seus seguidores, que estavam segurando câmeras para tirar fotos com o mesmo. Em Santa Catarina, foi aprovado um decreto em que todos deveriam fazer o uso de máscaras mesmo que em locais públicos. No entanto, o decreto não foi respeitado pelo líder do Executivo e outros grupos de bolsonaristas. 

Jair deve passar a virada de ano em São Francisco do Sul, mas seus planos determinam que volte para Brasília a partir da segunda-feira (03) para continuar atuando sobre assuntos importantes em relação ao ano de 2022. Sua ida ao parque rendeu algumas críticas de grupos da oposição justamente porque ignorou o número de mortos na Bahia e o excesso de chuvas que deixaram milhares de grupos desabrigados. 

A situação baiana foi decretada em emergência, e deste modo, os moradores que foram prejudicados poderão realizar o saque emergencial total do saldo que possuem do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) que é liberado somente nos meses de aniversário (50%) ou quando o colaborador da empresa recebe a conta sem justa causa. 

Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui