18.5 C
Brasil
quinta-feira, 5 agosto 2021
HomePolítica & PoderCPI da Pandemia ouve Jurema Werneck e o epidemiologista Pedro Halla

CPI da Pandemia ouve Jurema Werneck e o epidemiologista Pedro Halla

Nesta quinta-feira de São João (24), a CPI está ouvindo a pesquisadora Jurema Werneck  e o epidemiologista Pedro Halla. As interrogações começaram pouco antes das 10 horas da manhã e devem continuar durante a tarde. 

A transmissão conta com mais de 28 mil telespectadores e está ocorrendo através do Portal TV Senado no Youtube ao vivo. O vídeo continuará salvo posteriormente no canal.  O objetivo dos cientistas é esclarecer um pouco mais sobre o funcionamento do vírus e por quais motivos o tratamento precoce e a imunização de rebanho não funcionam. 

Jurema é uma médica e cientista feminista negra, ela atual como ativista pelos direitos das mulheres negras no Rio de Janeiro e teve sua formação na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Enquanto isso, Pedro Halla foi reitor de universidades e trabalhou como epidemiologista. 

CPI fala sobre vacinas sem eficácia

- Continua Depois da Publicidade -

Nesta quinta-feira (24), os senadores abordaram sobre as vacinas sem eficácia que podem estar sendo vendidas para a população. Entre elas, cita-se a Covaxin que pode não ter a eficácia que foi informada inicialmente durante os primeiros testes. Logo, poderia estar aplicando golpes para se aproveitar financeiramente dos países com adiantamentos monetários.  A empresa que receberia os pagamentos seria de fachada. 

“O governo tem se antecipado nos procedimentos (…) É tanta empresa (…) Tem mais uma no meio que pediu o adiantamento de 40 bilhões de dólares. (…) É necessário realizar a quebra do sigilo bancário da empresa (…) que já aplicou golpes no Paraguai (…) é importante identificar as atuações desta empresa”, disse um dos senadores ao falar sobre o paraíso fiscal de algumas empresas durante a pandemia sobre a produção de vacinas. 

“Em nenhum momento (…) pensou em convidar o deputado Luiz Miranda (…) Nós entramos na possibilidade da convocação do Luiz Ricardo (…) a partir do depoimento que ele prestou (…) falando da Covaxin (…) sobre processos indevidos”, continuou Renan. 

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui