18.5 C
Brasil
quinta-feira, 5 agosto 2021
HomePolítica & PoderCPI ouve servidor do Ministério da Saúde sobre Covaxin, veja ao vivo

CPI ouve servidor do Ministério da Saúde sobre Covaxin, veja ao vivo

A CPI ouve, nesta sexta-feira (25), o servidor do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Fernandes Miranda. Ele relatou sobre a pressão que o governo estava tendo para realizar os pagamentos da Covaxin, empresa responsável pela produção de vacinas. 

De acordo com os senadores da CPI, os argumentos dados pelos governadores e ministros são contraditórios. Além disso, na última quinta-feira (25), foi determinado que a empresa, que pedia o adiantamento de R$ 40 milhões no pagamento, poderia ser de fachada para o mesmo golpe que foi aplicado no Paraguai. 

Tanto o servidor quanto o irmão, deputado federal Luis Miranda (DEM-DF), foram citados nos depoimentos da última quinta-feira (25) que contou com o comparecimento da cientista Jurema, ela é feminista e ativista das causas negras. 

Jurema explicou para os senadores sobre os motivos pelo qual a imunização de rebanho não deve ser utilizada e argumentou que ela é obscura e perversa. Hallal, outro cientista da universidade federal, também depôs ao lado da ativista e concordou com os pontos que foram levantados pela mesma. 

- Continua Depois da Publicidade -

De acordo com a Globo, os depoimentos desta sexta-feira (25), devem ser contraditórios. 

Por que a contradição?

O tempo para que assinassem com a empresa Covaxin foi de 97 dias, tempo muito menor que o assinado com a Pfizer que foi de 330 dias (quase um ano). Além disso, a Pfizer tem mais nome de mercado e foi ignorada enquanto outra, que foi acusada de golpista no Paraguai, teve a preferência. 

Acredita-se que o servidor estava ciente da empresa de fachada e tentou avisar o presidente Bolsonaro sobre isso. 

Como posso assistir a CPI ao vivo?

A CPI pode ser assistida ao vivo através do TV Senado no Youtube. O TV Senado é um portal exclusivo para transmitir as reuniões dos senadores. Além disso, todas as gravações são disponibilizadas, posteriormente, para aqueles que não conseguiram assistir durante os depoimentos. 

- Continua Depois da Publicidade -

 

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui