28.9 C
Brasil
terça-feira, 3 agosto 2021
HomePolítica & PoderCPI: Wilson diz ter compromisso com a verdade mas não pode contrariar...

CPI: Wilson diz ter compromisso com a verdade mas não pode contrariar os advogados

Os senadores questionaram o ex-governador do Rio de Janeiro se ele estava disposto a falar a verdade em seu depoimento, mesmo sendo visto como réu na CPI e não como testemunha. Wilson argumentou que, por estar dentro da política há mais de 30 anos, seu compromisso é falar a verdade, mas que não poderia contrariar aos advogados que estão o defendendo: 

“A minha condição aqui é, única e exclusivamente, de esclarecer a verdade. (…) Minha obrigação é falar a verdade, não tenho medo de falar a verdade. (…) Eventualmente meus advogados podem pedir para não falar sobre alguma questão. (…) Então, por uma questão de respeito a esses profissionais, eu não posso contrariar as recomendações que me deram”

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson, ganhou o direito de permanecer em sigilo durante a interrogação.  A CPI deve durar durante todo o horário útil. Na tarde de ontem (15), ela terminou somente ao final do dia. É possível assistir ao vivo através do TV Senado que está no YouTube. 

O presidente Bolsonaro também pode ser chamado para depor na CPI com as mesmas condições que foram dadas a Pazuello e ao ex-governador. Dessa forma, teria o direito de permanecer em silêncio em questões que possam ser comprometedoras.  Durante essa manhã (16), são mais de 2 mil pessoas assistindo e a CPI  foi intitulada como “vergonha”. 

CPI nesta semana

- Continua Depois da Publicidade -

Nesta semana, os depoimentos começaram a ser ouvidos na última terça-feira (15) com o ex-secretário da Saúde do estado do Amazonas. O ex-secretário foi contestado por trazer dados diferentes do que foi informado por Queiroga e Pazuello, atual e ex-ministro da Saúde, respectivamente. 

Ele havia dito aos senadores que a falta de oxigênio em Manaus aconteceu porque tiveram um número acima de 5 mil internações acima do normal e que houve atraso dos insumos. Que o tempo máximo sem oxigênio foi de 2 dias. Entretanto, os jornais dizem o oposto. 

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui