20.4 C
Brasil
quinta-feira, 5 agosto 2021
HomePolítica & PoderLula: "nem evangélico tem que ser tratado como gado"

Lula: “nem evangélico tem que ser tratado como gado”

Nesta terça-feira (13), o petista e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva publicou em suas redes sociais que nem os evangélicos e nem os militares devem ser tratados como “gado” por terem votado no presidente Bolsonaro. Segundo ele, quem deve votar é um cidadão no ano de 2022. 

O presidente Bolsonaro deve competir nas eleições de 2022 contra o petista que, segundo o IPEC, conta com mais de 49% das intenções de votos enquanto Jair está com 23%. 

Pesquisas mais recentes mostram que Jair Bolsonaro perdeu mais de 53% de seus eleitores e, desde fevereiro, com o fim do auxílio emergencial de R$ 300 e R$ 1200 para mães solteiras, a taxa de rejeição em zonas periféricas aumentou em 58%. No mês de março, o Serasa informou que mais de um milhão de pessoas ficaram inadimplentes. Ou seja, que estavam devendo há mais de 90 dias (justamente no mês em que faziam 90 dias do final do auxílio emergencial). 

- Continua Depois da Publicidade -

A dívida pública brasileira já está em R$ 5 trilhões e vem crescendo durante a pandemia da Covid-19. E, enquanto isso, o presidente Bolsonaro se envolveu em um grande escândalo de corrupção: na CPI, estão investigando o fornecimento de US$ 1 de propina por cada dose da Covaxin que fosse negociada.

O governo ignorou as propostas da Pfizer para a venda de doses a preço de custo e, em 2021, começou a negociar com uma empresa chinesa que não tinha endereço e tinha o preço mais caro (US$ 15)  que todas as outras concorrentes como a Astrazeneca. No ano de 2021, ainda durante a pandemia que estava em seu ápice, houve o escândalo do leite condensado em que as Forças Armadas e o Ministério da Defesa gastaram mais de R$ 15 milhões. 

Como forma de aumentar a reputação, Bolsonaro vem tomando atitudes da mesma cartilha que Lula: aumentar o Bolsa Família e prorrogar o auxílio emergencial por 3 meses. 

 

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui