25.8 C
Brasil
quinta-feira, 15 abril 2021
Home Política & Poder Ministro da Saúde diz que evitar um Lockdown depende da população

Ministro da Saúde diz que evitar um Lockdown depende da população

O atual Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, voltou a afirmar, neste sábado (03/04), em reunião com jornalistas, que evitar o Lockdown é uma ordem expressa do presidente da república Jair Bolsonaro. No entanto, para que isso possa ser mantido, é preciso que a população respeite os principais protocolos de saúde, como o uso de máscaras, álcool em gel, isolamento social, entre outros cuidados.

Segundo o ministro, o Lockdown configura-se como uma medida extrema; que destrói a economia, gera fome e insegurança; e que por isso mesmo só deverá ser utilizado como última solução; para o caso de se confirmar esse tão anunciado e perigoso colapso do sistema de saúde do país.

A luta contra o Lockdown

Durante a conversa, o ministro continuou chamando a atenção para o fato de que o Brasil é, sim, um dos focos da doença, e que as razões para isso estão no fato de o nosso sistema de saúde não demonstrar capacidade suficiente para atender aos mais de 70 mil casos diários de Covid-19, o que tem resultado em uma média de mais de 3 mil mortes por dia em todo o país.

Ele disse ainda que a expressão de ordem para esse feriado de páscoa é “fique em casa”; isso porque ele concorda que as aglomerações são as principais causas da proliferação do vírus; e quanto mais aglomerações, maiores são as possibilidades de utilização do temido Lockdown como a principal medida preventiva.

O ministro ainda finalizou garantindo que, em reunião com a diretora do OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde), Socorro Gross, e com o diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), Tedros Ghereyesus, foi fechado um acordo com o objetivo de negociar a compra de mais kits para a intubação de pacientes em estado grave por Covid-19 e discutido quais seriam as melhores formas de equilibrar o combate à doença com a manutenção da economia dos países.

 

Leia mais:

FMI alega que países ricos podem usar impostos para reduzir desigualdades

 

Baixe Nosso Aplicativo

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui