25.1 C
Brasil
terça-feira, 27 julho 2021
HomePolítica & PoderMovimento dos Sem Terra: O que é e o que defende

Movimento dos Sem Terra: O que é e o que defende

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) é uma Organização Não Governamental cujos pilares são: Luta pela Reforma Agrária, Luta pela terra e Luta por uma sociedade justa e fraterna. Mais conhecida também pelo Movimento dos Sem Terra. 

Concomitantemente a isso, os trabalhadores organizados dessa forma comprometem-se a apoiar toda e qualquer iniciativa que tenha como objetivo lutar contra as desigualdades sociais, preconceito, concentração de renda, exploração do trabalhador, concentração dos meios de comunicação, entre outras lutas.

Oficialmente, o movimento teve início no ano de 1984, como um dos resultados do Encontro Nacional dos Trabalhadores Sem Terra ocorrido naquele ano em Curitiba-PR.  Eram os últimos momentos da Ditadura Brasileira, e por isso mesmo tinha-se ali um terreno fértil para esse tipo de manifestação popular.

E, assim surge o MST, lutando por uma maior igualdade na distribuição da terra a partir de um Projeto Popular para o Brasil; projeto que ainda deverá ser, na opinião dos seus representantes, o principal garantidor da segurança alimentar do brasileiro nas próximas décadas.

Principais características do Movimento dos Sem Terra

- Continua Depois da Publicidade -

Como dissemos, o MST possui raízes populares e o seu principal objetivo é uma extensa e satisfatória Reforma Agrária. Para isso, o movimento une-se a eventos como o Via Campesina, o Fórum Nacional da Reforma Agrária, a Coordenação de Movimentos Nacionais, entre outras iniciativas que cuidam dos interesses do homem do campo. 

O resultado são centenas de milhares de famílias atendidas com a posse de terras, assentadas em extensos latifúndios improdutivos, mas que ainda apresentam como dificuldade a ausência de infraestrutura adequada, o que faz com que os assentados também tenham que comprometer-se com a transformação e produtividade das terras recebidas.

Apesar das inúmeras polêmicas e controvérsias, o movimento segue apossando-se dos latifúndios detectados como improdutivos, articula-se politicamente para garantir essa posse e luta para mobilizar outros movimentos em prol desse chamado Projeto Popular Para o Brasil.

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui