27.9 C
Brasil
sábado, 31 julho 2021
HomePolítica & PoderPlatão: Pensamentos, obras, frases.

Platão: Pensamentos, obras, frases.

O filósofo Arístocles, mais conhecido como Platão, nasceu em 427 a.C e foi um dos mais importantes filósofos da antiguidade. Foi ele quem escreveu todas as ideias de seu mestre Sócrates, que fora condenado à morte por corromper a juventude de sua época.

Platão escreveu diversos livros, dentre eles: O Banquete, Fédon, A República, Apologia de Sócrates e Górgias.

O autor cria em um de seu mais famosos livros, uma cidade: Inicia uma aprofundação em termos políticos e formas de governo. Como surgem as democracias? O que sente um tirano? Platão realiza sua busca pelo ideal, justificando e definindo o que é virtude e justiça, como seria um lugar feliz e que se suporta em unidade.

Mundo das ideias

Uma de suas principais teorias foi o Mundo das Ideias, em que ele se baseia no seguinte raciocínio: Como reconhecemos os objetos em diversas épocas e de diferentes modos? Não haveria de existir em algum lugar, uma imagem ou um conceito essencial? Então, ele conclui que tudo o que vemos no mundo, se deve a uma projeção da perfeição que existe no mundo das idéias. Por exemplo, quando vemos uma cadeira, a reconhecemos pois tudo que existe aqui, é uma caricatura do  triângulo perfeito que existe lá. No mundo das Ideias, a alma poderá alcançar todo o conhecimento que agora não é suportado pelo corpo.

O sonho de vida harmônico, a cidade ideal: A república.

- Continua Depois da Publicidade -

Aqui, os interesses pessoais se enrolam com os sociais, o indivíduo abre mão de seu egoísmo para alcançar uma unidade. No livro A República, Platão discorre sobre como seria uma cidade ideal. Nela, o individualismo é superado e todos se unem em nome de um bem comum. Entretanto, o que seria necessário para o bem de todos?O que faz as pessoas felizes? A resposta é simples: A justiça.

Resumidamente, o estado nasce de uma “associação” tendo em vista o bem. Com isso, o autor acredita que a justiça sempre terá em vista o melhor e que não se define em ser o interesse do governante. O justo, para ele, é dar a cada um o que dotou por natureza. O tema da justiça é frequentemente abordado: Alguns argumentam que é muito melhor parecer justo que realmente o ser. O filósofo pensa o oposto, o justo é uma pessoa feliz enquanto o injusto é infeliz.

Como nasce o estado para Platão?

O estado nasce das necessidades do homem, “ninguém basta a si mesmo”. Contudo, com o crescimento da cidade, há a necessidade de aumentar o número de terras e profissionais.

Para aumentar o número de terras, muitas vezes necessitamos entrar em guerra com os vizinhos, por isso, necessitamos de soldados virtuosos para defenderem nossas propriedades e conquistar outras. Para educar os soldados e os habitantes, são necessários o uso da música e da ginástica (eles devem ser seus próprios médicos e advogados, alimentando- se corretamente).

Platão: Os guardiões, mulheres e crianças

- Continua Depois da Publicidade -

Precisamos garantir que os guardiões não possuam bens materiais para que não se tornem interesseiros e proprietários. Portanto, os guardiões deverão receber uma boa educação e serão vigiados desde o nascimento. É preciso que o governante escolha os cônjuges de acordo com suas estaturas físicas e inteligência. Desta forma, os homens mais belos, terão filhos com as mais belas mulheres. Além disso, para o filósofo, as mulheres e as crianças serão propriedades de toda a cidade. ”(…) e nem os pais saberão quem são os seus próprios filhos, nem os filhos os pais.”

As mulheres podem realizar o mesmo tipo de atividade que os homens, apesar de os homens “possuírem um grau maior para o aprendizado”.

É necessário ensinar às crianças a verdade e a bondade dos deuses, sem assustá-las com passagens que mostram o lado ruim: os deuses são em sua integridade, bons e belos. Deve-se tirar delas o medo da morte, juntamente expulsando poetas imitadores que destroem as virtudes. Muitos escritores como Homero, fazem com que as pessoas acreditem ser preferível arar a terra do inimigo à morrer e acompanhar Hades: “A morada lôbrega horrorosa que aos próprios deuses aborrecem.” (92)

“Há grande disparidade de natureza entre homem e mulher.” (pg 190)

- Continua Depois da Publicidade -

‘’Quando as fêmeas e os varões houverem passado a idade de procriar, devemos permitir, creio eu, que coabitam livremente com quem lhes aprouver. “ (202)

“Foge para as margens do pedregoso Hermon / E não resistas nem te envergonhes de ser covarde.” – Homero

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui