30.2 C
Brasil
sexta-feira, 30 julho 2021
HomePolítica & PoderPEC Emergencial pode cortar o salário dos servidores em 25%?

PEC Emergencial pode cortar o salário dos servidores em 25%?

Ontem (03), o senado havia aprovado a proposta da PEC Emergencial em primeiro turno. A questão é que muitos brasileiros ainda não sabem sobre o que ela se trata e quais são as consequências para a educação e saúde. Críticos argumentam que essa é uma tentativa de sabotagem contra o serviço público. 

Leia mais: Governadores dizem que Bolsonaro “parece priorizar criação de confronto”

Os gastos públicos em relação à dívida externa chegaram a R$ 5 trilhões. O Ministério da Economia afirma que não há como fornecer esse dinheiro sem que seja retirado de outros lugares. De acordo com os estudos realizados pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o corte de 25% poderia cortar o PIB em 1,4%.

Ainda não se sabia ao certo se iria ocorrer já que alguns políticos pensavam que a ideia seria equivocada. Entretanto, ao ler na íntegra a PEC Emergencial que foi aprovada ontem, foi possível encontrar uma série de informações sobre o corte de verbas em áreas relacionadas à saúde, educação e até mesmo salários. 

- Continua Depois da Publicidade -

Observe um trecho encontrado no documento oficial publicado pelo Senado: 

“I-A – redução temporária da jornada de trabalho, com adequação proporcional (…) I- suspensão: a) de progressão e da promoção funcional em carreira de servidores públicos”

Como deve funcionar a PEC Emergencial?

Na química, nada se perde e tudo se transforma, nada pode surgir o vácuo. Neste caso não é diferente, o valor de R$ 40 bilhões deve ser retirado de verbas públicas e irá afetar também o salário dos servidores. Acredita-se que a PEC Emergencial consiga recuperar esse valor dentro de uma década. 

Em relação ao auxílio, muitos beneficiários devem estar realizando a devolução. Todos que retiraram mais de R $22.847,76 devem fazer a declaração de imposto de renda e devolver todas as parcelas através de uma GRU. A medida causou bastante insatisfação. 

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

1 Comentário

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui