26.3 C
Brasil
sábado, 8 maio 2021
Home Política & Poder PT cogita Márcio França como vice de Lula em 2022 para ampliar...

PT cogita Márcio França como vice de Lula em 2022 para ampliar base de apoio

Lula é um dos mais fortes concorrentes para as eleições de 2022 contra o atual presidente, Jair Bolsonaro. O Partido dos Trabalhadores deve debater nesta semana algumas possíveis alianças com outros membros da esquerda para formar uma candidatura ainda mais forte.

Márcio França é um dos nomes mais bem vistos pelo partido. A notícia inicial foi informada pela jornalista Mônica Bergamo.

O PSB estava sendo aliado ao PT nos anos em que Lula comandava a presidência mas que, com a saída de Dilma, houveram alguns afastamentos. Dessa forma, pretendem realizar reuniões para abordar sobre as possibilidades. 

Fernando Haddad, apesar de ter concorrido no ano de 2018 e ter sido indicado por Lula em 2022, não deve atuar como vice-presidente. O PSB busca alianças voltadas para a neutralidade e são contra o atual governo de Jair Bolsonaro. 

Outra grande possibilidade de nome é Marta Suplicy que atua no estado de São Paulo. Ela recebeu o apoio por ter lançado França ao Senado mas a ideia não foi bem vista já que o mesmo argumentou que pretende voltar como governador nas eleições.  

Lula e as possibilidades

Manuella, que atuou como vice de Haddad em 2018, não foi uma alternativa considerada. Mesmo assim, a jornalista política vem se demonstrando bastante ativa nos atuais assuntos e dedicou-se para uma expressiva crítica ao presidente Bolsonaro e a cúpula do Clima em suas redes sociais. 

Um possível entrave, entretanto, é que Lula pensa em participar nas próximas eleições tendo, como vice, um empresário como José Alencar em 2002. O intuito é mostrar para a população que o governo também terá pessoas capacitadas para pensar em ações para banqueiros ou grandes e pequenas empresas.

De acordo com o petista, adotar essa prática pode ser uma das alternativas mais viáveis para que consigam derrotar o bolsonarismo. O PT, especialmente o Lula, é um dos poucos concorrentes com chances de derrotar Jair Bolsonaro. 

O caso do petista está sendo julgado pelo STF e ele poderá se candidatar apenas se for considerado como Ficha Limpa. Após a liberação monocrática de Fachin, a rejeição do Supremo aumentou para 49%. 

Leia mais: “Bolsonaro mente e nem fica corado”, diz jornalista e professor da USP

 
Daiane Souza
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Baixe Nosso Aplicativo

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui