33 C
Brasil
sexta-feira, 23 julho 2021
HomePolítica & PoderRelembre dos jornais que recomendaram comer "pão mofado" para superar crise

Relembre dos jornais que recomendaram comer “pão mofado” para superar crise

No ano de 2020, houve um grande escândalo de jornais que fizeram uma matéria bastante semelhante com o título de “quando é seguro comer pão mofado?”. No texto, traziam uma série de dicas para reaproveitar comidas e alimentos que já estavam estragados, como por exemplo, usar a cenoura estragada no fundo da geladeira para fazer uma sopa. 

Na última sexta-feira (18), o ministro da Economia, Paulo Guedes, argumentou que só há pobreza e fome no Brasil porque a classe média tem muita fartura, enche o prato e joga metade da comida fora.

De acordo com o ministro, é necessário pensar em formas de usar esses restos para alimentar os mais pobres. O assunto foi um dos mais falados no Trends do Google e a oposição argumenta que, novamente, o governo tenta romantizar a pobreza. 

Além da romantização de comer comida estragada, alguns jornais também recomendaram o uso de fogão à lenha para economizar o gás. Para justificar a situação, argumentam que a comida fica mais saborosa e com sabor marcante. O gostinho do caseiro. 

Relembre dos jornais

- Continua Depois da Publicidade -

Jornais como a Globo e também a BBC, publicaram dicas de quando é seguro comer pão mofado. Além disso, ainda ousam dizer que a Food Standard Agency (FSA) não recomenda que se faça o uso de comidas que estão claramente estragadas, justamente em um artigo em que recomendam comer comida estragada. 

De acordo com ambos, se a coloração estiver laranja ou preta, quer dizer que o produto não é recomendado para ser ingerido. Para ingerir com pequenas quantidades de mofo, basta que o indivíduo tire uma das camadas um pouco mais profundas e, depois disso, será seguro se alimentar visto que não haverá mais pedaços de fungos no pão ou em outros alimentos como a geleia. Os jornais também ensinam quando se pode comer os queijos. 

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui