21.5 C
Brasil
sexta-feira, 3 dezembro 2021
HomeProgramas SociaisAuxílio Brasil trará impactos negativos às classes baixas e economia: entenda os...

Auxílio Brasil trará impactos negativos às classes baixas e economia: entenda os motivos

O Auxílio Brasil começa a ser pago para a população brasileira a partir do dia 17 de novembro de 2021, na próxima quarta-feira. O projeto pretende pagar um reajuste de 20% sobre o que era distribuído pelo Bolsa Família. Logo, é estimado que a média saia de R$ 190 para R$ 217. O presidente da República, Jair Bolsonaro, havia prometido o valor de R$ 400. Mas, devido ao teto de gastos do governo federal e a possibilidade de crime de responsabilidade, Paulo Guedes sugeriu um valor menor. 

Como forma de substituir o BF, que esteve em vigor no país por quase 20 anos, o Auxílio Brasil está programado somente até o final de 2022, quando ocorrem as eleições. Depois disso, não há previsão para continuar e o Ministério da Economia iria “reajustar e estudar os novos valores” e que serão mais baixos que os que serão pagos neste e no próximo ano se o programa continuar em vigor. Isso se, segundo Fabiana Moraes, o mesmo não ser cancelado – que é uma das maiores possibilidades. 

Auxílio Brasil

Como consequência, pelo Auxílio Brasil não ter expectativas de ser renovado em 2022 e o Bolsa Família ser cancelado, as classes mais baixas podem ser prejudicadas nos próximos anos com o desamparo financeiro.  Grupos de oposição falam que o governo atual criou um programa “temporal e com data de término” para substituir e poder cancelar o Bolsa Família sem tantas contestações, que seria algo utilizado como uma forma de conseguir votos para as eleições de 2022.

- Continua Depois da Publicidade -

O FDR argumenta o mesmo e cita a pesquisa do Datafolha que mostra as taxas de rejeição do atual governo em 58% nas zonas periféricas, um dos maiores índices desde o início da administração do presidente Bolsonaro. 

Acompanhe o Manchetes do Dia para saber mais sobre política, economia e programas sociais. 

Daiane Souzahttp://visaoconfiavel.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui