26.9 C
Brasil
quinta-feira, 20 janeiro 2022
HomeProgramas SociaisAuxílio emergencial de R$ 1.200 para mães solteiras: Quando começará a ser...

Auxílio emergencial de R$ 1.200 para mães solteiras: Quando começará a ser pago?

Durante o ano de 2021, a Comissão de Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados aprovou um projeto que previa o auxílio emergencial permanente para as mulheres solteiras que são responsáveis pelo sustento solo da família. No entanto, o projeto não tem data para começar a ser pago visto que está em seu caráter conclusivo pela Constituição e Justiça e de Cidadania. No começo de dezembro, o presidente da República, Jair Bolsonaro, solicitou um crédito extraordinário na faixa de R$ 2,8 bilhões. Levantando, novamente, as expectativas de que o programa pode ser pago novamente no ano de 2022. 

As expectativas eram de pagar R$ 1200, mesmo valor que em 2020, para esse grupo. No entanto, devido às dívidas públicas que chegam a mais de 80% do PIB, Produto Interno Bruto, há poucas possibilidades de que o benefício entre em vigor. Já foi um “sufoco” para que o Ministério da Cidadania conseguisse aprovar o Auxílio Brasil de R$ 400 e, para isso, também tiveram que aprovar uma PEC que permitiria a alteração do teto orçamentário para 2022. 

Se for aprovado, quem deve receber o auxílio emergencial permanente?

Veja, abaixo, quais deverão ser os requisitos para quem pensa em receber o auxílio emergencial de forma permanente.

  • Ser mãe solteira e ter um  ou mais filhos que tenham a faixa etária abaixo dos 18 anos. 
  • Não ter a renda superior mensal familiar que supere R$ 3300 ou de R$ 550 por pessoa. 
  • Não ter declarado o imposto de renda no ano de 2019 e ter bens com o valor inferior a R$ 300 mil. 
  • Não estar atuando com trabalho formal e ter carteira assinada. Pode ser MEI (microempreendedor individual), autônomo ou desempregado. 
  • Não ser beneficiado com outros programas sociais como o BPC, Benefício de Prestação Continuada, ou aposentadoria. 
  • Possuir inscrição ativa através do Cadastro Único e cumprir com os requisitos do programa.
Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui