31.4 C
Brasil
quinta-feira, 29 julho 2021
HomeProgramas SociaisAuxílio emergencial deve excluir mais de 30 milhões de brasileiros

Auxílio emergencial deve excluir mais de 30 milhões de brasileiros

O auxílio emergencial surgiu em abril de 2020 e durou até o último mês do ano. Após o seu fim, mais de 22 milhões de brasileiros passaram a se encaixar nas zonas de pobreza, um aumento de 30% em relação aos números anteriores. Desde então, a reputação do presidente vem decaindo em escalas maiores que as planejadas, principalmente em subúrbios. 

Com a alta do dólar e uma tentativa do presidente de diminuir o preço dos combustíveis, removeu os impostos federais sobre a gasolina e diesel, adicionando o mesmo sobre os banqueiros: houve insatisfação das classes mais altas. 

O auxílio emergencial deve realizar a contemplação de até 30 milhões de pessoas e deixando mais de 32 milhões fora deste cálculo. Isso ocorre porque o país já ultrapassou a dívida de R$ 5 trilhões e não possui condições financeiras de abrir a todos. Para que houvesse a aprovação do benefício, tiveram que aprovar a PEC Emergencial. 

PEC e auxílio emergencial: sinônimos de desigualdades?

A PEC Emergencial prevê o corte do salário dos servidores em até 25%, o que pode cortar o PIB – Produto Interno Bruto em 1,4%. Além disso, há uma diminuição considerável em investimentos relacionados à saúde e educação, o que pode ser negativo já que esse é o momento que o país mais enfrenta com a crise sanitária. 

- Continua Depois da Publicidade -

Os policiais já se declararam contra e planejam criar greves para que saiam dos parágrafos da PEC, argumentam que durante toda a pandemia estiveram na linha de frente e não podem ser desvalorizados dessa forma. A Receita Federal, em pleno recolhimento dos impostos de renda, também parou por cerca de 48h. 

O auxílio emergencial tem o objetivo de diminuir as consequências da falta de planejamento em plena pandemia. 

Leia mais:

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui