28.9 C
Brasil
terça-feira, 3 agosto 2021
HomeProgramas SociaisAuxílio emergencial deve ter sete parcelas?

Auxílio emergencial deve ter sete parcelas?

Na última quarta-feira (23), o ministro da Economia, Paulo Guedes, abordou sobre a possibilidade do auxílio emergencial ter mais três parcelas além das quatro que já foram confirmadas. Dessa forma, totalizam sete meses do novo benefício que varia de R$ 150 a R$ 375. 

A aprovação do prorrogamento também prevê o aumento do benefício para pais e mães com filhos abaixo de 17 anos e que vivem em famílias monoparentais. Logo, o valor deve ir para R$ 600. Apesar disso, aqueles que recebem de R$ 150 a R$ 250 devem continuar com os mesmos valores. 

O ministro da Economia argumentou que a notícia deve ser dada oficialmente pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. 

Auxílio emergencial e a economia

Estima-se que o auxílio emergencial esteja injetando mais de R$ 9 bilhões mensalmente na economia brasileira. Logo,  pode desencadear um possível aumento da inflação (está em 8,06%). O estimado, inicialmente, era que houvesse até 4 parcelas e o total seria de R$ 44 bilhões. 

- Continua Depois da Publicidade -

Estima-se que os pais de grupos monoparentais possam receber mais de R$ 3 mil pelo governo porque não receberam R$ 1200 no ano de 2020 com o auxílio emergencial. A possibilidade deles receberem o mesmo valor que as mulheres foi vetada pelo presidente Bolsonaro. As parcelas podem ocorrer de forma retroativa. 

Além disso, o DataPrev também liberou informações sobre a possibilidade da nova contestação do benefício para quem teve ele cancelado após a primeira parcela. 

O COPOM já está trabalhando no aumento da taxa Selic que serve para controlar a inflação. Os efeitos começaram a aparecer somente depois da taxa ter subido acima de 4%: o dólar vem batendo, nesta semana, valores abaixo de R$ 5 após mais de 6 meses em alta. 

A moeda norte-americana estava flertando com R$ 6 após as intervenções do presidente Bolsonaro na economia brasileira, principalmente sobre a estatal Petrobras e o aumento dos combustíveis. Entretanto, a situação pôde ser controlada como era esperado. 

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui