30.2 C
Brasil
sexta-feira, 30 julho 2021
HomeProgramas SociaisAuxílio Emergencial: Por que a demora do benefício em 2021?

Auxílio Emergencial: Por que a demora do benefício em 2021?

O ministro da Economia, Paulo Guedes, está trabalhando com Rodrigo Pacheco e Arthur Lira para que estudem a viabilidade do auxílio emergencial. Apesar disso, ainda faltam informações concretas sobre os valores e prazos para que isso ocorra. Semana passada haviam avisado que nesta semana revelariam informações oficiais e concretas sobre a volta, mas não ocorreu.

Segundo sites como G1 e UOL, o valor pode variar entre R$ 200 até R$ 300. O que se sabe é que deve voltar e que a PEC emergencial está influenciando o caso. Ela define que o salário dos servidores seja cortado em até 25% para que pague o benefício. Paulo Guedes chegou a sugerir que criassem impostos para que facilitasse o pagamento e não extrapolasse o teto de gastos. 

Leia mais: Auxílio emergencial vai continuar em 2021? Entenda sobre datas e valores

A conta de gastos deve ficar somente em R$ 30 bilhões. É um valor consideravelmente menor em relação ao ano anterior, que chegou aos R$ 293 bilhões. Cerca de metade dos beneficiários passarão a ter os cadastros cancelados e não devem receber: será enviado para 40 milhões de pessoas em situação carente e de pobreza. 

- Continua Depois da Publicidade -

De acordo com o UOL, ainda não existem informações concretas sobre os cortes e alguns jornais chegaram a afirmar que o salário mínimo estaria sendo congelado por até 03 anos. 

O que acontece se não houverem medidas de garantia no auxílio emergencial?

Para os especialistas, caso não haja a criação de uma PEC que controle o teto de gastos, as dívidas poderão ficar ainda maiores no futuro. Somente durante a pandemia, chegaram a R$ 700 bilhões, afirmou o presidente da República, Jair Bolsonaro. Para Matheus Rosa, a pandemia ajuda a agravar as enormes dívidas federais que já ocorriam anos antes. 

A situação é mais delicada que em 2020. Ano passado havia um consenso sobre o Orçamento de Guerra e todos sabiam que os gastos deveriam ocorrer. Entretanto, atualmente é possível notar conflitos nos acordos e propostas. 

Acompanhe-nos no Facebook e Instagram para ficar por dentro das novidades!

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui