28.1 C
Brasil
quarta-feira, 4 agosto 2021
HomeProgramas SociaisCaixa TEM Bloqueado: O que pode ser?

Caixa TEM Bloqueado: O que pode ser?

Desde que entrou em vigor a nova rodada do auxílio emergencial para esse ano de 2021, inúmeros transtornos vieram a somar-se aos que já fazem parte da rotina dos cidadãos brasileiros.

Um deles, por exemplo, é o famigerado “Caixa Tem bloqueado”, um problema que acomete milhares de beneficiários nos quatro cantos do país, em especial os quase 30 milhões de indivíduos que pertencem às categorias de MEIs, inscritos no CadÚnico, trabalhadores informais, desempregados, entre outras categorias com essas mesmas características.

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, uma das principais razões para o bloqueio da conta de um beneficiário é o cadastramento de mais de um celular por CPF, o que hoje configura-se como razão suficiente para que o seu aplicativo seja bloqueado –  muito por conta da imensidão de fraudes cometidas desde o início da concessão do benefício.

O que pode ser e o que fazer no caso de Caixa Tem bloqueado?

Razões de segurança são alegadas pelos técnicos da Caixa Econômica Federal para que o aplicativo Caixa Tem seja bloqueado. Hoje o governo só permite a utilização de um telefone celular por pessoa, muito por conta da invasão de quase 3 milhões de hackers (e indivíduos comuns) que simplesmente tentam solicitar o auxílio utilizando os dados de outros indivíduos – inclusive falecidos!

- Continua Depois da Publicidade -

Dessa forma, situações estranhas hoje podem provocar o bloqueio do programa, e, para desbloqueá-lo, você deverá observar o calendário para o desbloqueio do aplicativo, ou então, caso a sua situação esteja entre aquelas consideradas menos graves, apenas enviar os documentos solicitados pela Caixa Econômica Federal através do Whatsapp da Caixa, para um desbloqueio em no máximo 48 horas.

Como uma passo a passo para efetuar o desbloqueio nos casos mais complexos, compareça a uma agência da Caixa Econômica Federal munido do seu CPF, documento com foto e o celular onde instalou o aplicativo; ou então até uma das milhares de casas lotéricas do país, também munido desses documentos, de acordo com o calendário e as demais exigências relativas à sua data de nascimento.

 

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

1 Comentário

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui