25.1 C
Brasil
terça-feira, 27 julho 2021
HomeProgramas SociaisGoverno deve autorizar novas antecipações para o saque do auxílio emergencial

Governo deve autorizar novas antecipações para o saque do auxílio emergencial

Após antecipar o saque da primeira parcela do auxílio emergencial para o período entre 30 de abril e 17 de maio, o governo já estuda a possibilidade de estender essa antecipação para todas as demais parcelas, a depender das respostas que obtiver após essa primeira mudança.

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, em declaração feita nesta sexta-feira (16/04), tudo irá depender da manutenção de um fluxo positivo durante as rodadas de pagamentos, a partir do qual todas as demais parcelas (2ª, 3ª e 4ª) poderão também ser antecipadas em até 15 dias.

A decisão foi motivada pela repercussão negativa dessa distância entre a disponibilização do auxílio na conta digital e o direito ao saque, o que fez com que, por exemplo, nascidos em dezembro – e que tiveram os valores disponibilizados em abril – só pudessem sacar em junho, descaracterizando o auxílio como sendo verdadeiramente “emergencial”.

A antecipação do auxílio emergencial para todos os contemplados

Agora o saque desse auxílio emergencial deverá ter mesmo novas datas; e elas começam, para os nascidos em janeiro, já no dia 30 de abril, quando então poderão começar a realizar os saques. Mas os nascidos em dezembro é que serão os mais impactados por essa antecipação, pois, em vez de 4 de junho, eles agora terão os valores disponibilizados para saque já no dia 17 de maio.

- Continua Depois da Publicidade -

Ainda de acordo com Guimarães, essa alteração deverá se dar sem maiores transtornos por conta da eficiência observada no repasse dos fundos para a “poupança social” da Caixa, que começou no dia 6 de abril e terminará no dia 29 do mesmo mês.

Lembrando que nessa quinta-feira (15/04) foi a vez dos nascidos em maio receberem, nas suas contas digitais, os valores referentes ao auxílio emergencial de acordo com cada categoria. E a Caixa Econômica Federal estimou que cerca de 1,1 milhão de operações, entre compras e pagamentos de boletos, foram realizadas; em um total de transações que ultrapassaram a casa dos R$153 milhões de reais em um único dia.

Leia mais:

 

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui