28.8 C
Brasil
quinta-feira, 5 agosto 2021
HomeProgramas SociaisGoverno pode injetar R$ 50 bilhões na economia ao antecipar 13º salário

Governo pode injetar R$ 50 bilhões na economia ao antecipar 13º salário

O governo deseja garantir a injeção de R$ 50 bilhões na economia ao antecipar o 13º salário de pensionistas que fazem parte do  Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Vale ressaltar que a atitude não deve causar impactos negativos nas contas públicas já que apenas antecipa as datas que já haviam sido definidas. Essa é uma tentativa de fazer com que a economia fique movimentada já que o auxílio emergencial parou de ser distribuído em dezembro de 2020. 

Leia mais: Pagamento do 13º do Bolsa Família: quais são as datas para receber?

Cada uma das parcelas do 13º salário representa uma injeção de R$ 25 bilhões, o mesmo já foi realizado no ano passado e teve medidas positivas. As datas ainda não foram definidas e dependem da disponibilidade de caixa do Tesouro Nacional porque o país possui um gasto de R$ 700 bilhões com a pandemia e os investidores. 

Abono salarial injetará R$ 7,33 bilhões

Além do 13º salário, estão tomando outras medidas como uma nova espécie de 14º salário. Os repasses devem ultrapassar a faixa dos R$ 7,33 bilhões e é mais conhecido como o PIS. Já está disponível para a população e falta 08 milhões de cidadãos realizarem o saque. Vale ressaltar que, para ter direito, é necessário estar cadastrado há mais de 05 anos no PIS e receber até dois salários mínimos. Outro quesito é que se tenha trabalho a, pelo menos, um mês no ano de 2019. 

- Continua Depois da Publicidade -

Leia mais: Auxílio emergencial em 2021 a partir de março: veja se tem direito

Essas medidas prometem garantir um equilíbrio fiscal enquanto o governo ainda decide sobre a possível volta do auxílio emergencial. Ainda não se sabe quais devem ser os valores fornecidos e arrisca-se R$ 250 por cerca de 03 ou 04 meses. Foi informado por Paulo Guedes, ministro da Economia, que devem dar início em março ao fornecer para 40 milhões de beneficiários. Aqueles que receberam em 2020 e não tinham direito, tais como os aposentados, devem devolver o valor em sua íntegra. 

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui