33.4 C
Brasil
terça-feira, 22 junho 2021
HomeProgramas SociaisMulheres chefes de família podem consultar acesso ao auxílio emergencial

Mulheres chefes de família podem consultar acesso ao auxílio emergencial

O governo do estado gaúcho liberou nesta quarta-feira (12), acesso para as mulheres chefes de família, para verificar sua situação em estado de vulnerabilidade social, para ter acesso as ferramenta de consulta pela internet e verificar pelo CPF se estão aptas a participar dos programas oferecidos pelo governo e receber o auxílio emergencial.

De acordo com o anúncio realizado, se enquadram dentro dos parâmetros de chefe de família, mulheres que estão cadastradas no programa CadÚnico que pertence ao governo, e devem ter suas famílias compostas por até 5 pessoas com renda de R$ 89,00 por pessoa por mês. Além disso, as mães que se enquadram nessa categoria podem receber pelo estado uma parcela única de R$ 800,00 sem Bolsa Família.

Auxílio emergencial federal

O prazo para verificação desses valores é de 90 dias, e as mães podem retirar o valor em uma parcela única. A data para o começo dos pagamentos é no dia 17 de maio, e até o momento se estipula que o número total de pública ultrapasse os R$ 6.528.000,00. Além disso, é válido ressaltar que as consultas através da internet podem ser feitas por qualquer pessoa, mãe e chefe de família, desde que tenha acesso a rede.

Segundo a Secretaria de justiça o auxílio emergencial faz parte do programa de assistência e de direitos da Cidadania e Direitos Humanos, e por isso, vários dos municípios gaúchos podem se tornar referência para esse tipo de assistência, como é o caso do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), para auxiliar no processo de orientação para quem precisa e está em busca dos benefícios.

- Continua Depois da Publicidade -

Leia mais: Auxílio emergencial começam na sexta feira 30 – veja calendário

O auxílio emergencial é disponibilizado seguindo a Lei 15.604 que libera o direito a essas mulheres chefes de família. Além disso, com as restrições de circulação pelo coronavírus, os direitos de alimentação devem ser essenciais e repassados o quanto antes a quem tem direito.

 
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui