30.2 C
Brasil
sexta-feira, 30 julho 2021
HomeProgramas SociaisPEC Emergencial: o que é e consequências para o PIB

PEC Emergencial: o que é e consequências para o PIB

O Capital News publicou uma matéria abordando sobre a PEC Emergencial e afirmava que ela precariza o serviço público. Foi criada no ano de 2019 pelo Ministério da Economia e tem como o objetivo realizar o corte de gastos do governo. Como consequência, o salário de colaboradores, como de professores, poderia ser cortado em até 25%. 

Leia mais: Governo pode injetar R$ 50 bilhões na economia ao antecipar 13º salário

A questão é que esses servidores são públicos em potencial no comércio, costumam receber até dois salários mínimos. A quantidade que recebe altos valores é minúscula. Consequentemente, com a baixa dos valores, haverá menor consumo e, consequentemente, menor PIB. A Universidade Federal de Minas Gerais realizou um estudo em que, se isso realmente ocorrer, o valor do Produto Interno Bruto pode cair em 1,4%. 

Por que aprovar a PEC emergencial para liberar o auxílio?

A disputa política está relacionada à PEC emergencial que deve ser aprovada antes da segunda leva do auxílio. Isso ocorre porque o governo já possui uma dívida de R$ 700 bilhões e, com a volta do benefício, a situação tende a piorar. Deve-se buscar formas de controlar o teto de gastos e a economia brasileira através de medidas mais rígidas. 

- Continua Depois da Publicidade -

Leia mais: Renda fixa: o que é e como realizar investimento?

O Ministério da Economia está aprovando o PIS / Pasep adiantado juntamente com o 13º salário do INSS com a tentativa de injetar dinheiro na economia, será mais de R$ 50 bilhões retirados do Tesouro Direto.

Com mais dinheiro circulando, aumenta-se o consumo e o PIB. O auxílio emergencial em 2020 também ajudou para que a situação permanecesse estável: O estudo publicado pelo EXAME afirma que as medidas de ajuda para os mais pobres controlaram o PIB em mais de 4%, evitando que decaísse. 

Até março o Brasil deve apresentar retração de 4,5%, mas isso ainda é pouco quando analisado México e Argentina em que ambos tiveram quedas acima de dois dígitos. 

 
Daiane Souzahttps://manchetesdodia.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui