20.8 C
Brasil
sexta-feira, 30 julho 2021
HomeSaúde & Bem EstarAnvisa autoriza uso emergencial de coquetel contra a covid-19

Anvisa autoriza uso emergencial de coquetel contra a covid-19

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), aprovou nesta terça-feira (20) a liberação de novos medicamentos para serem usados como um coquetel contra a covid-19. O uso ainda será experimental, e os medicamentos foram desenvolvidas pela empresa farmacêutica Roche da Suíça.

A decisão foi tomada em Brasilía, em partecia com a empresa suíça e o grupo americano Regeneron que desenvolve o estudo dos medicamentos. A base do coquetel envolve remédios como a casirivimabe e imdevimabe, ambas que atuam na coroa de ligação do vírus da covid. E o tratamento preventivo seria uma forma de impedir que as células do organismo fossem infectadas e consequentemente replicassem o vírus, dando início a infecção.

A ideia é controlar a doença, principalmente os pacientes de risco, com doenças cardiovascular e pulmonar, idosos, pessoas com diabetes, obesas, que possuem doenças respiratórias, entre outras.

Declaração da Anvisa sobre o coquetel

A instituição afirmou em seu comunicado que o uso deste coquetel, se aprovado, será restrito e permito apenas em hospitais, para uso em pacientes com sintomas leves, e somente com prescrição médica. Que mesmo com as informações já mencionadas sobre os remédios, eles não serão recomendados para uso precoce ou preventivo.

- Continua Depois da Publicidade -

Além disso, o comércio em farmácias também não será permitido. De acordo com o anúncio, o coquetel será liberado para pacientes acima dos 12 anos, que não precisaram de nenhum tipo de suplementação ou oxigênio. Ou seja, será indicado apenas a pacientes infectados pelo coronavírus, mas que não estejam com o quadro grave.

Leia mais: Anvisa esclarece medidas sobre falta de medicamentos para intubação

Segundo Gustavo Silva Santos, gerente geral dos produtos biológicos e medicamentos da Anvisa, o coquetel em sua formulação, utiliza de dois tipos de anticorpos diferentes, e são eles os responsáveis por neutralizar o vírus, oferecendo ao organismo, os anticorpos extras que os pacientes precisam para combater a covid-19, e conseguir curar o paciente. É válido ressaltar que esse não será um medicamento para uso preventivo, mas sim para uso emergencial no combate ao vírus.

 
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui