26.3 C
Brasil
sábado, 8 maio 2021
Home Saúde & Bem Estar Anvisa autoriza uso emergencial de coquetel contra a covid-19

Anvisa autoriza uso emergencial de coquetel contra a covid-19

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), aprovou nesta terça-feira (20) a liberação de novos medicamentos para serem usados como um coquetel contra a covid-19. O uso ainda será experimental, e os medicamentos foram desenvolvidas pela empresa farmacêutica Roche da Suíça.

A decisão foi tomada em Brasilía, em partecia com a empresa suíça e o grupo americano Regeneron que desenvolve o estudo dos medicamentos. A base do coquetel envolve remédios como a casirivimabe e imdevimabe, ambas que atuam na coroa de ligação do vírus da covid. E o tratamento preventivo seria uma forma de impedir que as células do organismo fossem infectadas e consequentemente replicassem o vírus, dando início a infecção.

A ideia é controlar a doença, principalmente os pacientes de risco, com doenças cardiovascular e pulmonar, idosos, pessoas com diabetes, obesas, que possuem doenças respiratórias, entre outras.

Declaração da Anvisa sobre o coquetel

A instituição afirmou em seu comunicado que o uso deste coquetel, se aprovado, será restrito e permito apenas em hospitais, para uso em pacientes com sintomas leves, e somente com prescrição médica. Que mesmo com as informações já mencionadas sobre os remédios, eles não serão recomendados para uso precoce ou preventivo.

Além disso, o comércio em farmácias também não será permitido. De acordo com o anúncio, o coquetel será liberado para pacientes acima dos 12 anos, que não precisaram de nenhum tipo de suplementação ou oxigênio. Ou seja, será indicado apenas a pacientes infectados pelo coronavírus, mas que não estejam com o quadro grave.

Leia mais: Anvisa esclarece medidas sobre falta de medicamentos para intubação

Segundo Gustavo Silva Santos, gerente geral dos produtos biológicos e medicamentos da Anvisa, o coquetel em sua formulação, utiliza de dois tipos de anticorpos diferentes, e são eles os responsáveis por neutralizar o vírus, oferecendo ao organismo, os anticorpos extras que os pacientes precisam para combater a covid-19, e conseguir curar o paciente. É válido ressaltar que esse não será um medicamento para uso preventivo, mas sim para uso emergencial no combate ao vírus.

 
Susan Nogart
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Baixe Nosso Aplicativo

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui