26.3 C
Brasil
segunda-feira, 17 janeiro 2022
HomeSaúde & Bem EstarAnvisa confirma novo caso de super fungo no Brasil

Anvisa confirma novo caso de super fungo no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)  informou, nesta última quarta-feira (12), que foi notificada sobre o terceiro caso de Candida auris, super fungo, no Brasil. Deste modo, os riscos são de contágio e novo pico de internações. O caso foi identificado em Recife, Pernambuco (PE) pelo Laboratório Central de Saúde Pública Prof. Gonçalo Moniz – Lacen/BA.

O que é o super fungo? 

De modo bastante simplificado, o super fungo se trata de um fungo que é resistente a medicamentos e se modifica rapidamente para que consiga se multiplicar dentro do corpo humano. E, deste modo, garante que haverá a sobrevivência de uma ou mais colônias. A primeira vez que foi encontrado era no ano de 2009, na Coréia do Sul. Então, não é algo novo. No entanto, em pleno novo pico dos casos da Covid-19, é estimado que ele esteja em outros países como Estados Unidos, Índia, Inglaterra, África do Sul, Venezuela e agora o Brasil. 

Em suma, o Candida auris tem o poder de ir crescendo sobre a pele sem que o paciente consiga o ver durante meses. Somente depois de estar instalado por uma longa quantidade de tempo é que começa a trazer à tona os seus sintomas. Não se sabe quais são as formas exatas de contágio e transmissão. Mas, estima-se que tenha alguma relação com o contato entre pessoas, ou seja, pele com pele. 

Alguns testes já foram realizados como tentativa de descobrir o que fazer e usar para acabar com o super fungo. No entanto, até mesmo usando o quartenário de amônio, que tem o pH diferente da  composição do fungo, não foi o suficiente para contornar a situação. As formas de tratamento não eram conhecidas até então.

O receio dos médicos é de que esses três pacientes no Brasil tenham, de alguma forma, contaminado outras pessoas que ainda não estejam cientes. 

Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui