28.8 C
Brasil
quinta-feira, 5 agosto 2021
HomeSaúde & Bem EstarCoronaVac: O que é como é feita efeitos colaterais

CoronaVac: O que é como é feita efeitos colaterais

A CoronaVac é a vacina desenvolvida contra o Coronavírus, para imunizar a população em casos de Covid-19. Desenvolvida pela indústria farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Butantan, a vacina garante eficiência de 78% de proteção.

A imunização pode ser capaz de evitar até 100% dos casos graves, incluindo mortes pela doença e até internações. A vacina tem eficácia de imunização e mostra que é possível proteger o organismo contra a doença, incluindo sintomas leves.

CoronaVac
CoronaVac

Como é feita a CoronaVac?

A CoronaVac foi desenvolvida usando o vírus inativo ou morto. Para inativar um vírus, é feito em laboratório uma exposição do microrganismo a produtos químicos, calor, para que ele não seja capaz de se reproduzir. Esse tipo de tratamento no vírus, faz com que eles não consigam deixar a pessoa doente.

- Continua Depois da Publicidade -

Sendo assim, ao administrar esse corpo estranho no organismo, ele causa uma resposta imune do próprio sistema imunológico, para se defender contra o Covid-19, que já começa logo depois da aplicação da vacina.

A resposta contra o vírus inativo agita o sistema imune do organismo, que começa a criar mais linfócitos, mas agora especializados para combater o novo microrganismo. O processo acontece quando o linfócito se liga ao vírus e impede que ele infecte outras células sadias.

Leia mais: Tipos de vacina em estudos contra Covid-19 

Efeitos colaterais

Os testes realizados coma vacina CoronaVac não mostraram evidências importantes ou casos de efeitos colaterais graves. Os sintomas mais comuns de reações adversas com a aplicação da vacina foram dor localizada na região da aplicação da vacina, assim como inchaço.

- Continua Depois da Publicidade -

Já os efeitos colaterais sistêmicos foram cefaleia e fadiga em poucos casos e diarreia, náusea, calafrios, perda de apetite, mialgia, artralgia, tosse, rinorreia, prurido e congestão nasal e casos muito raros dos testes realizados.

O uso de tecnologias para fabricação de vacinas além de acelerar todo o processo também deixou a fabricação e os testes mais seguros. Por isso a CoronaVac é uma das vacinas mais usadas hoje no Brasil, para ajudar a imunizar a população contra o coronavírus.

 
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui