33.2 C
Brasil
sábado, 19 junho 2021
HomeSaúde & Bem EstarCovid-19: Vírus primitivo pode aumentar mortes em UTIs

Covid-19: Vírus primitivo pode aumentar mortes em UTIs

Com a chegada da covid-19, um vírus primitivo conhecido pelos humanos pode estar sendo ativados e existe a possibilidade de provocar ainda mais mortes nos pacientes que possuem casos graves. A hipótese se deu através de um estudo desenvolvido pela FioCruz, que está investigando para compreender, o porque de alguns pacientes precisarem de ventilação mecânica, enquanto outros não precisam nem de entrar nas UTIs, e outros morrem.

De acordo com a pesquisa a presença de um novo retrovírus endógeno que afeta o ser humano, pertencente a família K (Herv-K) está diretamente associada a mortalidade e aos agravamentos da doença, covid-19. Desde março do ano passado até o final do ano de 2020, esse estudo vem sendo feito, e acompanhou o estado crítico de 25 pessoas.

Retrovírus endógeno Humano K e a ligação com a Covid-19

Os casos mais graves estavam sendo associados a hipóxia, coagulopatia e inflamações descontroladas que aconteciam no organismo infectado. Porém, existem mecanismos que envolvem a mortalidade de pacientes que ainda não são totalmente conhecidos. Com isso, novos estudos vêm sendo feitos para compreender como e por que a ventilação mecânica é necessária somente em alguns casos.

De acordo com os testes já realizados, os níveis altos de retrovírus quando comparados em exames de pacientes que passaram de casos leves para casos graves, verificou um alto grau da população que possuía o viroma, onde a taxa de mortalidade também foi alta. Por isso, é comum que a grande maioria das pessoas que estão infectadas pela covid-19, também podem ser infectadas com outros tipos de vírus por estar debilitado ou imunossuprimido.

Leia mais: Médicos alertam para que pacientes mantenham tratamentos e cuidados com a saúde

Para a grande surpresa dos cientistas, encontrar retrovírus endógeno K, em altos níveis é uma pesquisa que precisa ser finalizada e ter uma abordagem completa para que tenha credibilidade com seus resultados. Esse vírus em questão já infectou o genoma humano e chimpanzés quando estavam em escala evolutiva e por isso, possuem elementos genéticos que estão presentes nos cromossomos ate hoje.

 
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Baixe Nosso Aplicativo

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui