34.7 C
Brasil
terça-feira, 22 junho 2021
HomeSaúde & Bem EstarDoenças cardiovasculares são fatores de risco para a demência

Doenças cardiovasculares são fatores de risco para a demência

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) pacientes que possuem doenças cardiovasculares, podem vir a sofrer com maior probabilidade sobre quadros de demência. Mesmo quem possui uma tendência genética, precisa cuidar do estilo de vida para evitar os fatores de risco de diversas outras doenças.

A demência é um quadro que atinge grande parte da população, principalmente idosos, mas existem fatores de risco que podem afetar os sinais metabólicos dos pacientes e tornar esse quadro mais precoce, fazendo com que ele apareça mais cedo, e um desses fatores são as doenças cardiovasculares.

Pesquisa relaciona doenças cardiovasculares com demência precoce

De acordo com uma pesquisa realizada com voluntários no projeto PESA, participantes entre 40 e 54 anos apresentaram aterosclerose assintomática, que indica cálcio nas artérias e acúmulo de gorduras nessa região. De todos os 547 pacientes que participaram do estudo, foi observado que quem possuía um metabolismo deficiente, apresentava mais sinais de demência no cérebro, incluindo doenças de Alzheimer e neurodegeneração.

Segundo os cientistas, as regiões cerebrais dos indivíduos que possuem meia idade podem apresentar uma vulnerabilidade maior, naqueles pacientes que possuem doenças cardiovasculares, principalmente por sintomas e o declínio cognitivo do futuro, além de problemas de linguagem, falhas na memória e atrasos cognitivos.

- Continua Depois da Publicidade -

Quem possui problemas de hipertensão, níveis de colesterol elevados e doenças cardiovasculares, são todos considerados fatores de risco que agravam e aceleram o processo de demência. Pacientes que possuem um estilo de vida mais sedentário, consomem álcool e tabaco, também podem ter aceleração em processos degenerativos no cérebro e por isso, é necessária a prevenção dessas doenças e também os cuidados com a saúde.

Leia mais: Hipertensão: diferença entre a dor crônica e ador aguda

Manter um estilo de vida saudável, praticar atividades físicas regularmente e também se alimentar de forma saudável, é essencial para se prevenir dessas doenças que são fatores de risco e consequentemente também cuidar da saúde do cérebro.

- Continua Depois da Publicidade -
 
Susan Nogarthttps://manchetesdodia.com/
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui