20.8 C
Brasil
sábado, 17 abril 2021
Home Saúde & Bem Estar Dores no pé da barriga: o que pode ser e tratamento

Dores no pé da barriga: o que pode ser e tratamento

As dores no chamado pé da barriga na maioria das vezes são dores abdominais, que podem estar relacionadas com os mais variados quadros de saúde. Elas podem ser o resultado do acúmulo de gases, infecção urinária, gravidez, inflamação pélvica, endometriose, diverticulite, obstrução intestinal, distúrbios no colo do útero, apendicite, entre inúmeras outras afecções.

Dentre as singularidades desse transtorno, chama a atenção o fato de que muitas vezes as dores são o sintoma de uma doença que desenvolve-se em uma região totalmente diferente, como no caso das inflamações pélvicas, que geralmente manifestam-se por dores na região abdominal; ou mesmo a inflamação das paredes do intestino, que também manifesta-se dessa maneira.

O diagnóstico desse quadro costuma ser difícil até mesmo para os profissionais; e é justamente por isso que o recomendado é evitar o autodiagnóstico, assim como a automedicação, e dar preferência aos serviços de um bom especialista, principalmente se essas dores forem seguidas por vômitos, náuseas, falta de ar, fezes com sangue, entre outros.

E qual o tratamento para essas dores no pé da barriga?

A medida mais acertada para os casos de dores na barriga é procurar ajuda médica, principalmente se elas surgem em associação com febre, dor no peito, lesões, traumas, vômito com sangue, inchaço no abdômen, sangue nas fezes, pele desbotada ou amarelada, dificuldades para urinar ou respirar, impossibilidade de permanecer em pé, entre outros sintomas.

Em caso positivo, o profissional mais indicado para o primeiro atendimento será o clínico geral, que é quem fará o primeiro diagnóstico por meio da apalpação do local e uma anamnese (relato dos sintomas); assim como também poderá exigir alguns exames, como o hemograma completo, urina, fezes, ultrassom, tomografia computadorizada, exames de imagem, entre outros que ajudem a revelar o distúrbio.

Já o tratamento, costuma ser prescrito de acordo com o resultado do diagnóstico, ou seja, remoção do apêndice, recomendação de um pré-natal, anti-inflamatórios, cirurgias, administração de medicamentos específicos, entre outras formas de atacar, especificamente, cada transtorno localizado.

 

Leia mais:

 

 

Baixe Nosso Aplicativo

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui