22.9 C
Brasil
segunda-feira, 29 novembro 2021
HomeSaúde & Bem EstarFalta de higiene masculina causa candidíase nas mulheres?

Falta de higiene masculina causa candidíase nas mulheres?

O homem também tem candidíase no pênis e um dos principais sintomas é a vermelhidão e rachaduras que podem estar presentes na região. Uma das características neste caso seria a baixa da imunidade. E, vale ressaltar, além disso, que a falta de higiene masculina pode prejudicar as mulheres: a vagina é uma região muito sensível e, com a sujeira, pode mudar o PH e desenvolver o aparecimento da cândida. 

Uma forma do homem garantir que não irá desenvolver a doença ou irá desencadear o aparecimento dela na vagina ou garganta feminina, é lavar a região todos os dias ao puxar a pele e passar água em abundância. Além disso, o mais indicado é sempre trocar a toalha quando ir enxugar a região para impedir que a candidíase não se desenvolva após passar algo sujo na região. 

Outra dica, caso tenha a vida sexual ativa com um alto número de mulheres, é fazer o uso de camisinha – que também serve para evitar o aparecimento de doenças sexualmente transmissíveis e gravidez indesejada (não é somente a mulher quem deve arcar com as consequências e, muitas vezes, o pai tem que realizar o pagamento de pensões). 

Quais são as características de candidíase na mulher?

As características de candidíase podem ser parecidas com a masculina. No entanto, pode haver sangramentos no momento de urinar e ardor. O líquido que costuma sair da vacina costuma ficar mais consistente e pastoso, com cheiro diferente (geralmente ele não possui cheiro). Se a doença estiver em um caso mais avançado, pode sentir um cheiro forte até mesmo ao urinar.  No início da infecção, a mulher costuma sentir coceiras e rachaduras na região. 

- Continua Depois da Publicidade -

Não é comum que feridas apareçam na região. Mas, em casos mais avançados, isso pode acontecer. Existem pomadas específicas que podem ser aplicadas.

Daiane Souzahttp://visaoconfiavel.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui